Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Amanda Rossi foi encontrada morta dentro do campus da Unopar | Roberto Custódio/JL
Amanda Rossi foi encontrada morta dentro do campus da Unopar| Foto: Roberto Custódio/JL

Prestes a completar 70 anos de idade, o arquiteto curitibano Jaime Lerner terá sua bem-sucedida carreira de urbanista contada em um longa-metragem que está sendo produzido pela Deiró Filmes com financiamento da Lei Rouanet. Com roteiro do jornalista Jaime Lechinski e direção de Carlos Deiró, "Uma História de Sonhos" terá depoimentos de personalidades como Oscar Niemeyer, o cineasta americano Francis Ford Coppola, Millôr Fernandes, Fernando Henrique Cardoso, Ziraldo e Washington Olivetto, dentre várias outras.

O filme, com 1h20min de duração, terá versões em vários idiomas e deve estrear no primeiro semestre de 2008.

Estrelando... 2

Deiró tem um vasto material sobre Lerner, acumulado ao longo dos últimos 20 anos. Tudo armazenado em 20 mil fitas de vídeo. "Está na hora de desovar isso", diz o produtor. Além deste, ele está finalizando outro filme estrelado por Lerner, porém mais curto e sem "falas", apenas musicado. A "avant-première" se dará durante o jantar que a família e alguns amigos estão organizando para comemorar os 70 anos do ex-governador, no dia 4 de dezembro, em Santa Felicidade, 13 dias antes da data oficial.

Cícero e Juarez na Sotheby's 1

Chegou nesta semana a Curitiba uma remessa contendo vários exemplares do catálogo de arte latino-americana da Sotheby's, de Nova Iorque. Os exemplares foram enviados pela famosa casa de leilões ao galerista Waldir Simões de Assis. É que o leilão de obras de artistas latino-americanos que a Sotheby's promove anualmente incluiu em sua exclusiva seleção os brasileiros

Cícero Dias e Juarez Machado, ambos representados com exclusividade no Brasil pela Simões de Assis Galeria de Arte.

Cícero e Juarez na Sotheby's 2

A página que reproduz a obra do pernambucano Cícero Dias cita a galeria curitibana. O leilão será nos dias 20 e 21 deste mês, em Nova Iorque, e entre as atrações estão obras de Diego Rivera, Fernando Botero, Rufino Tamayo, Torres García, Wilfredo Lam, Soto, Cláudio Bravo, Matta e ainda os brasileiros Sergio Camargo, Portinari e Vik Muniz.

Na cova, com as feras

Será lançado nesta terça-feira, às 19h30, no Espaço Cultural BRDE, no Palacete dos Leões, o livro "Jornalismo Cultural: um resgate", organizado pela pesquisadora Selma Suely Teixeira. São dois volumes, ambos com mais de 450 páginas, contendo entrevistas com os jornalistas participantes, matérias por eles publicadas e muitas fotos. A obra reúne Aramis Millarch, Reynaldo Jardim, Adélia Maria Lopes, Dinah Ribas Pinheiro, Zeca Corrêa Leite, Marilu Silveira e Rosirene Gemael.

Nosso Jardim

Reynaldo Jardim, um ícone do jornalismo cultural do Brasil (entre outras coisas, criou o Caderno B do Jornal do Brasil), que trabalhou por vários anos em Curitiba, e desde 1986 mora em Brasília, virá especialmente para o evento. Aliás, Jardim – prestes a completar 81 anos – já está na cidade. Hoje às 11 horas ele participa de um bate-papo no Solar do Rosário, no Largo da Ordem.

rbessa@gazetadopovo.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]