Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O menor índice de umidade relativa do ar registrado na tarde desta quinta-feira (22) foi registrado em Paranavaí, no Noroeste do Paraná, com 13% de umidade. A informação é do Instituto Tecnológico Simepar que explica que o índice é medido, apenas, nas cidades onde há estação metrológica do Instituto. No mesmo período, o Simepar registrou umidade de 22% em Maringá, 26,7% em Umuarama, 25,8% em Campo Mourão e 19% em Diamante do Norte. De acordo com o meteorologista Tarcísio Costa, os baixos índices devem se manter até sábado (24). "No final de semana, a região vai receber um massa de ar frio que deve elevar um pouco os índices de umidade."

No entanto, Costa afirma que a melhora na sensação de umidade deve durar, apenas, até a segunda-feira (26). "O problema é que no início da semana chega outra onda de ar frio, mas dessa vez a massa será seca."

Segundo o meteorologista, há exatamente um mês não chove forte na região. "Em 10 de agosto houve um registro de 0,2 milímetros de chuva em Maringá, por exemplo. Isso é insignificante para mudar a sensação de ar seco", explica.

Alerta

A baixa umidade do ar exige cuidados especiais com a saúde. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera como ideal a umidade do ar superior a 60%. Segundo a OMS, índice um pouco acima dos 30% é considerado estado de observação. Entre 30% e 20%, o estado é considerado de atenção, com a exigência de alguns cuidados especiais. De 19% a 12%, a OMS considera estado de alerta, e abaixo de 12%, o alerta é máximo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]