Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Reprodução/Twitter
| Foto: Reprodução/Twitter

Após manobra regimental do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a Casa votou e aprovou em primeiro turno, na madrugada desta quinta-feira (2) um texto alternativo da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 171/1993. Pela iniciativa, fica reduzida de 18 para 16 anos a idade mínima para a imputação penal em casos de crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. O texto precisa ser votado em um segundo turno pela Casa e ser analisado pelo Senado.

Confira como votaram os parlamentares paranaenses

Cunha diz que “não há o que contestar” sobre aprovação

Foram 323 votos a favor, 155 contrários e duas abstenções na madrugada. Por se tratar de mudança na Constituição, o regimento da Casa determina que haja um mínimo de 308 votos a favor para que o texto seja aprovado.

Na noite de terça-feira (30), os deputados haviam rejeitado um substitutivo da proposta por 303 votos a favor e 184 contrários.

A “virada de mesa” do presidente da Câmara repercutiu nas redes sociais. Tanto apoiadores quanto detratores de Cunha se manifestaram.

*Colaborou Cecília Tümler

Confira os memes que circularam na internet

O BRASIL NÃO É PARA AMADORES! Deputados acusados de diversos crimes estão fazendo discursos apaixonados contra a...

Posted by NINJA on Quarta, 1 de julho de 2015
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]