Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O estado de São Paulo lidera as estatísticas de roubo de cargas no país. Segundo dados do Sindicato das Empresas de Transportes e Carga de São Paulo (Setcesp), a região Sudeste concentrou 79,25% das 11,7 mil ocorrências registradas em 2007. Segundo o delegado Antônio Celso dos Santos, chefe da divisão da Polícia Federal (PF) que reprime o roubo de cargas, 80% dos delitos que acontecem no Sudeste estão centralizados no estado de São Paulo.

Mas as quadrilhas têm base em vários estados, separando o local do crime dos registros policiais para dificultar as investigações. "O caminhão é roubado em São Paulo, o motorista é colocado num cativeiro em Goiás, e a carga segue para outro estado", afirma.

O delegado diz ainda que para desmantelar todo o esquema é preciso pegar todos os elos das quadrilhas: quem rouba, quem leva a carga, quem desliga o rastreador, o dono do galpão, o intermediário e o receptador. "Por isso uma investigação dessas pode levar de 2 a 3 anos." (JNB)

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]