i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Susto

"Deus me deu outra vida" diz motorista que teve carro prensado por ônibus

  • PorFolhapress
  • 26/12/2014 20:07

Um casal foi resgatado apenas com ferimentos leves após ter tido o carro prensado por dois ônibus na zona leste de São Paulo, na tarde da última quarta-feira (24), véspera de Natal. Já em casa, o motorista do veículo, Alexandre Lima Rafael, afirmou nesta sexta (26), em entrevista ao SPTV, da TV Globo, que ganhou uma nova vida.

"Quando me tiraram não vi nada. Só depois me mostraram as imagens [de como ficou o carro] pelo celular e eu fiquei espantado. Eu não imaginava. Na hora só senti uma dor no peito e no pescoço, que eu não conseguia virar (...) Deus me deu outra vida", afirmou Rafael mostrando as escoriações pelo corpo.

O acidente aconteceu na avenida Mateo Bei, por volta das 16h30 de quarta (24). O carro ficou completamente destruído, prensado entre dois ônibus. Foi preciso que equipes dos bombeiros cortassem as ferragens para que o casal saísse dos destroços. O helicóptero Águia, da PM, também chegou a ser acionado.

"A minha esposa ficou numa situação pior porque ficou com o rosto no painel e não conseguia se mexer. Eu consegui abaixar meu banco e ficar de lado, mas não tinha espaço. A única coisa que eu conseguia era pegar nela. Ela falava que não conseguia respirar e eu fiquei conversando com ela, pedindo calma", contou Rafael.

Os dois foram encaminhados para hospitais da região, de onde já tinham tido alta nesta sexta (26). As causas do acidente ainda serão apuradas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.