Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Vida e Cidadania
  3. Dilma veta projeto de linha férrea entre Maringá e Guaíra

obra

Dilma veta projeto de linha férrea entre Maringá e Guaíra

Presidente alegou que faltam estudos prévios de viabilidade técnica, econômica, ambiental e social para as obras. Projeto foi elaborado pelo Dnit

  • Fábio Guillen
América Latina Logística (ALL), empresa que administra as ferrovias no Paraná, desconhece projeto de linha férrea entre Maringá e Guaíra vetado por Dilma |
América Latina Logística (ALL), empresa que administra as ferrovias no Paraná, desconhece projeto de linha férrea entre Maringá e Guaíra vetado por Dilma
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A presidente Dilma Rousseff vetou, na quarta-feira (18), o projeto de construção e adequação da linha férrea no trecho entre Maringá e Guaíra, passando por Umuarama, Cianorte e Cascavel. O trecho entre Maringá e Cianorte já possui ferrovia, mas não circula trens de carga e está sob concessão da América Latina Logística (ALL). O veto foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (19).

No veto, a presidente diz que “trata-se de empreendimentos de grande porte, que não possuem estudos prévios de viabilidade técnica, econômica, ambiental e social necessários à sua implementação. O início de obras nessas condições aumentaria significativamente o risco de pulverização de recursos, de dilatação dos prazos de execução e de paralisação das obras."

Segundo o Dnit, no Paraná, o projeto estava sendo elaborado pela diretoria de Brasília (DF). A reportagem entrou em contato com o Dnit, em Brasília, para comentar a decisão e informar detalhes do projeto, mas até por volta das 16h desta quinta não foi obtida resposta.

ALL aguarda aprovação da ANTT para reativar trecho entre Maringá e Cianorte

O projeto de reativação dos 92 quilômetros de ferrovia que liga Maringá a Cianorte foi apresentado, em 2011 à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) pela ALL, empresa de transporte de cargas que atua nas ferrovias do estado. Desde meados de junho de 2011 a empresa estuda a reativação do trecho.

Segundo a assessoria de comunicação da ALL, o trecho entre Maringá e Cianorte é utilizado pela ALL apenas para a circulação de trens de serviço de manutenção, sem circulação de trens de carga. A empresa desconhece projeto de linha férrea entre Maringá e Guaíra.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE