Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Em terras tupiniquins, os detalhes dos arranha-céus da badalada Balneário Camboriú, em Santa Catarina, conferem à cidade um “ar” de Dubai, cidade árabe que concentra obras grandiosas e prédios com mais de 800 metros altura. Na cidade litorânea, este tipo de comparação já se tornou bastante comum no meio imobiliário. “Fazem essa analogia sim, com Dubai e até Miami, grandes centros urbanos”, diz o presidente do Sindicato de Habitação e Condomínios de Santa Catarina (Secovi-SC), no balneário, Sérgio Luiz dos Santos.

INFOGRÁFICO: Conheça os dez prédios mais altos de Camboriú e do Brasil

Curtir a vista ou se aventurar em Balneário Camboriú? É possível fazer as duas coisas

Leia a matéria completa

Segundo a organização não-governamental Council on Tall Buildings and Urban Habitat (CTBUH), Balneário Camboriú reúne oito dos dez edifícios mais altos já entregues e em construção no país. Entre os dez mais altos que já tiveram as obras concluídas, três estão na cidade. O prédio considerado mais alto do Brasil, o luxuoso Millennium Palace, também foi erguido no balneário. O espigão tem 56 pavimentos e 218 metros de altura.

A construtora FG Empreendimentos, responsável pelo Millennium, prepara o lançamento no ano que vem do Epic Tower. Serão 220 metros e 58 andares, na Barra Sul do balneário. Haverá apenas um apartamento por andar, totalizando cerca de 191 metros de área por unidade.

Outros dois projetos da própria empresa, no entanto, prometem deixar os compradores ainda mais perto do céu. É o caso do One Tower, de 262 metros de altura e 72 pavimentos; e do Infinity Coast Tower, que deve ter 66 andares ao longo de 237 metros de altura. Ambos estão em fase de desenvolvimento e não começaram a ser comercializados ainda.

Tanta altura ainda deve ser ultrapassada, em 2018, pela metragem de duas torres do Yachthouse, empreendimento tocado pela Pasqualotto&GT Empreendimentos. O edifício, conforme a CTBUH, deve ter 75 pavimentos e 270 metros de altura.

De acordo com o Secovi-SC, o preço de um apartamento nos arranha-céus de Balneário Camboriú costuma partir de R$ 1,5 milhão e pode alcançar os R$ 12 milhões no caso de coberturas e unidades triplex. Ainda conforme a entidade, hoje, todos os edifícios projetados na cidade, numa área de até três quadras do mar, precisam oferecer uma vaga de garagem para cada quarto disponível e quartos de no mínimo 12 metros quadrados.

Conheça os dez prédios mais altos de Camboriú e do Brasil

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]