Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Além das colisões, tombamento de um caminhão carregado de adubo prejudicou o atendimento do acidente | Josué Teixeira/Agência de Notícias Gazeta do Povo
Além das colisões, tombamento de um caminhão carregado de adubo prejudicou o atendimento do acidente| Foto: Josué Teixeira/Agência de Notícias Gazeta do Povo
  • Número de veículos envolvidos pode ser maior que o divulgado pela manhã
  • Concessionária que atende o trecho informou que deslocou todas as suas viaturas para o atendimento da ocorrência
  • Uma pessoa morreu no acidente
  • Outras quatro ficaram feridas
  • Trânsito ficou interrompido totalmente na altura do km 136 até por volta do meio-dia
  • Colisão múltipla ocorreu no sentido Capital - Interior
  • Segundo a Rodonorte, visibilidade reduzida e pista molhada podem ter contribuído para o acidente
  • Guinchos da concessionária tiveram trabalho para tirar os veículos da pista
  • Guard-rail da estrada ficou danificado com o tombamento de um caminhão

Um engavetamento envolvendo pelo menos 23 veículos na BR-277, perto da praça de pedágio de São Luiz do Purunã, matou uma pessoa e deixou pelo menos outras quatro feridas. O acidente foi registrado na manhã desta terça-feira (17) e causou, inicialmente, o bloqueio total da pista para quem seguia de Curitiba ao interior do Paraná.

Veja mais fotos do acidente

Veja um mapa do local onde ocorreu o acidente

O acidente ocorreu no quilômetro 136 e todas as equipes da concessionária Rodonorte foram deslocadas ao local. Guinchos atuam na retirada dos veículos da pista. Para "desafogar" o congestionamento de aproximadamente 20 quilômetros formado após o engavetamento, a PRF e a concessionária iniciaram por volta das 14h30 uma operação que restringiu uma das faixas da pista sentido Curitiba, pela qual começaram a passar os carros que se deslocam no sentido contrário.Com isso, motoristas que viajavam para a capital trafegavam em mão-dupla entre os quilômetros 115 e 136.

A liberação total do trânsito na região ocorreu às 17 horas, quando a operação especial foi desfeita. Por volta das 19 horas, o tráfego já fluía normalmente na rodovia, apesar de uma lentidão de aproximadamente 10 quilômetros.

De acordo com a PRF, o levantamento de veículos envolvidos leva em conta a quantidade de boletins de ocorrência registrados pelos motoristas. A polícia ressalta, no entanto, que esse número pode aumentar, na medida em que novos boletins forem registrados." Muitos veículos que se envolveram ali tiveram pequenas avarias, e os motoristas ficaram de fazer o BO outra hora. Por isso, temos esse número oficial de 23 por enquanto", explicou por volta das 15h10 Wilson Martinez, chefe da comunicação social da PRF-PR. Às 19 horas, a quantidade oficial de veículos envolvidos no engavetamento permanecia ainda em 23.

O posto da PRF em Campo Largo, que atendeu a ocorrência, informou que outros oito veículos já tinham ido até o local, por volta das 19h30, para dar entrada ao boletim. Com a efetivação dos registros, a quantidade de envolvidos na situação se elevaria para 31 até o final da noite.

O acidente

O engavetamento teria começado depois que um caminhão teve problemas e ficou parado na pista. O motorista de um segundo caminhão, carregado de adubo, não conseguiu frear o veículo e, ao tentar desviá-lo, acabou tombando. Nesse momento, uma viatura da PRF, que tinha levado agentes ao local para sinalizar o trecho, foi atingida.

Entre os veículos envolvidos estão caminhões e automóveis. Até as 14 horas, a PRF ainda não tinha o levantamento exato do número de veículos envolvidos.

A vítima fatal, conforme a empresa que administra o trecho, estava em um veículo modelo Montana. Dentro deste carro estava ainda uma segunda pessoa, que teve ferimentos moderados. Em outros veículos, mais três feridos, de leves a moderados, precisaram ser atendidos.

A pista em todo o trecho está bastante escorregadia devido à chuva. As condições de visibilidade também estavam prejudicadas nesta manhã pela neblina, o que contribuiu para o acidente.

Engavetamento na BR-277

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]