Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Segundo um levantamento de 2000, a Floresta de Araucárias ocupa apenas 0,8% da área de cobertura original | Jonathan Campos/Gazeta do Povo
Segundo um levantamento de 2000, a Floresta de Araucárias ocupa apenas 0,8% da área de cobertura original| Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo
 |

Confira outros conteúdos do projeto Retratos Paraná e acesse a base de dados sobre os municípios do estado.

Clique aqui.

  • O ipê amarelo da Rodoferroviária de Curitiba foi incluído na nova relação de árvores imunes de corte
  • Orquídeas vistas de perto: 39 espécies são encontradas somente no Paraná

A vegetação do Paraná se divide entre florestas e campos, o que garante ao estado uma flora bastante diversificada. O território abriga uma larga variedade de plantas com árvores e flores de diferentes características. Algumas delas estão ameaçadas de extinção, caso da araucária, árvore-símbolo do Paraná, e a imbuia.

Apesar da ação do homem e da exploração comercial, o estado ainda preserva muitas dessas espécies. Confira a seguir alguns dos principais exemplares da nossa flora:

Araucária

Quando se fala em flora paranaense, o primeiro nome que surge é o da araucária, também conhecida como pinheiro-do-paraná. Com sua forma única, o pinheiro chegou a ocupar grande parte do território paranaense no passado. Mas devido ao seu valor econômico, passou a ser explorado intensamente a partir do século 19. Hoje, a espécie está em perigo crítico de extinção, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais.

Imbuia

Espécie cuja madeira possui alto valor comercial, a imbuia é uma árvore típica da floresta com araucária. Da mesma forma, está na lista das espécies em extinção da flora paranaense. Há informações de que o ser vivo mais velho de Curitiba é uma imbuia de aproximadamente mil anos. Este exemplar está localizado dentro da mata do Bosque do Capão da Imbuia, bairro que ganhou este nome justamente por conta da abundância da árvore.

Cedro

Entre as espécies com intensa exploração comercial também está o cedro, planta que pode medir até 25 metros de altura. A árvore produz uma das madeiras mais apreciadas no comércio por ter coloração semelhante ao mogno e possibilitar um uso bastante diversificado.

Erva-mate

Bastante encontrada no Paraná, a erva-mate se difere de outras espécies por ter sua maior riqueza não na madeira, que tem baixa durabilidade, mas em suas folhas. É delas que se originam o chá mate e o chimarrão. A planta pode atingir até 12 metros de altura, possui caule cinza, folhas ovais e frutos pequenos verdes ou vermelho-arroxeados. As folhas também podem ser aproveitadas na culinária.

Ipê-Amarelo

O que mais chama a atenção no ipê-amarelo é a exuberância de suas flores de cor amarelo-dourado, que na época de floração preenchem todos os galhos, praticamente escondendo as folhas. Sua madeira também é bastante valorizada, sendo utilizada principalmente na construção civil e na naval.

Bracatinga

Árvore nativa das regiões mais frias, a bracatinga é uma das espécies mais importantes da mata paranaense por conta de seu rápido crescimento. Essa característica ajuda a regenerar áreas degradadas, visto que permite o crescimento das demais plantas. A madeira também é explorada comercialmente, principalmente como escoras de construção ou como combustível em fornos.

Aroeira

Com usos dos mais variados, de potencialidades medicinais à produção de tintas e vernizes, a aroeira está bastante presente nas matas paranaenses. A facilidade de adaptação, entretanto, faz a planta se desenvolver em solos secos e pedregosos, dunas e ambientes de banhados. Sua madeira pode ser usada como lenha e a dos frutos se extrai a pimenta vermelha, bastante apreciada na culinária.

Orquídeas

Segundo o Departamento de Biologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR), a família Orchidaceae conta com 583 espécies pertencentes a 127 gêneros no estado. Dessas espécies, 39 são encontradas somente no Paraná. As vegetações presentes no território paranaense favorecem grandes diversidades de orquídeas, principalmente nas áreas da floresta atlântica.

Quais outras espécies da nossa flora você admira? Deixe seu depoimento no formulário abaixo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]