| Marcelo Elias / Agência de Notícias Gazeta do Povo
| Foto: Marcelo Elias / Agência de Notícias Gazeta do Povo

Acompanhe o movimento das estradas em tempo real

A partir das 16h desta sexta-feira (28), a Gazeta do Povo fará o acompanhamento da situação das estradas que cruzam o Paraná.

Acompanhe pelo site da Gazeta e pelo twitter @gp_estradas

Previsão do tempo

Chuva no Ano Novo

Quem for pegar a estrada na sexta-feira (28) terá grandes chances de dirigir sob chuva. As condições meteorológicas não devem mudar no restante do feriado prolongado de Ano Novo e são grandes as possibilidades de 2013 começar debaixo de pancadas de chuva. O sol não deve dar as caras.

Confira a previsão completa

Ferryboat

Travessia

Mais de 50 mil veículos devem fazer a travessia de ferryboat entre Caiobá e Guaratuba, no Litoral do Paraná, entre hoje e o dia 1º de janeiro de 2013.

Leia a matéria completa

O tráfego intenso registrado nas rodovias que cruzam o Paraná durante o feriado de Natal pode ser considerado uma prévia do que deve ser encontrado nos dias de folga do Ano Novo. O principal destino dos paranaenses deve ser o Litoral do estado, segundo previsão da Ecovia, concessionária que administra o trecho da BR-277 em direção as praias.

A expectativa é de que 320 mil veículos circulem pela rodovia entre a meia-noite de quarta-feira (26) e a meia-noite da quarta da próxima semana (2), o que configura um movimento 100% maior do que o normal para a pista. Só nesta sexta-feira (27), são esperados 33 mil veículos seguindo em direção ao litoral, com picos de 2,5 mil veículos/hora entre 18 e 19 horas, o que representa um fluxo cinco vezes maior que o normal.

A Ecovia prevê um maior movimento no sábado (29), quando 40 mil veículos devem deixar a capital rumo às praias do estado. Cerca de 2,5 mil veículos por hora devem trafegar na pista entre as 15 e 18 horas, que é o período de maior fluxo previsto. No domingo (30), a concessionária espera movimento intenso entre 7 e 12 horas e, na segunda (31), o fluxo deve ficar pouco acima do normal.

A partir das 9 horas do primeiro dia do ano, o movimento deve ser intenso no outro sentido da BR-277, ou seja, na viagem de volta para Curitiba. Segundo estimativa da Ecovia, 45 mil veículos devem fazer este caminho, a maioria entre 18 e 19 horas do dia 1º, quando 3 mil veículos devem trafegar na pista.

O litoral catarinense deve ser outro destino concorrido no feriado de Ano Novo. A Autopista Litoral Sul, que administra o trecho entre Curitiba e Palhoça-SC, formado pelo Contorno Leste da capital e as BRs-376 e 101, espera um volume de veículos duas vezes maior que o normal entre sexta e terça-feira. O movimento mais intenso, segundo a concessionária, deve ser registrado entre as 8 e 24 horas de sexta e sábado. O tráfego de volta à capital paranaense deve ser complicado principalmente entre 8 e 24 horas de quarta e quinta-feira (3).

Interior

Quem pretende passar o Ano Novo no interior do estado, deve encontrar trânsito mais tranquilo que no feriado de Natal. Mesmo assim, a Rodonorte, concessionária que administra a BR-277 no sentido interior, espera 44 mil veículos trafegando na pista na sexta-feira e outros 44 mil no sábado. O retorno a capital deve ficar concentrado na quarta-feira (2), quando são esperados 52 mil veículos – movimento 100% acima do registrado em períodos normais.

A Ecocataratas, que administra o trecho da BR-277 que liga Guarapuava a Foz do Iguaçu também espera um aumento de 20% no fluxo de veículos na pista.

Movimento intenso também deve ser registrado na BR-376, em direção a Santa Catarina, quando 76,6 mil veículos devem trafegar por dia na rodovia, entre sexta e terça-feira. A praça de pedágio de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, deve registrar o maior fluxo na pista paranaense, com passagem de 31,8 mil veículos por dia. Já em Santa Catarina, devem passar cerca de 13 mil carros por dia na praça de Correia Pinto.

Os períodos de maior fluxo vão das 17 às 20 de sexta-feira e das 8 às 15 horas de sábado. Na volta, o movimento de volta mais intenso deve ser registrado entre às 17h30 e às 20h30 de terça-feira, segundo a Autopista Planalto Sul, que administra o trecho. A concessionária prevê maior movimento no km 115 da rodovia, na saída de Curitiba, e no km 4,5, no trevo que dá acesso ao litoral catarinense. O fluxo de veículos também deve ser mais intenso no km 12, também em Santa Catarina, no trevo de acesso a BR-280, sentido Canoinhas.

Quem pretende trafegar na BR-116, que liga Curitiba a São Paulo, deve encontrar trânsito mais complicado entre 17 e 24 horas de sexta-feira em direção à capital paranaense. O fluxo segue intenso no sábado, principalmente entre 6 e 15 horas, e no domingo, entre 6 e 22 horas. Ainda na segunda-feira, a Autopista Regis Bittencourt espera movimento fora do normal entre 6 e 15 horas.

O fluxo de volta para São Paulo deve ser complicado principalmente entre o meio-dia e a meia-noite de terça e 6 e 12 horas de quarta-feira. A Autopista Régis Bittencourt alerta para uma operação especial na região de Campina Grande do Sul da pista sentido São Paulo, entre o km 41,8 e o km 44,1. Durante os trabalhos, o tráfego neste trecho seguirá pela pista Sul, por uma faixa em cada sentido da rodovia.

Acidentes

Na manhã desta sexta-feira (28), a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) registrou dois acidentes nas rodovias paranaenses. O primeiro ocorreu por volta das 5h45, na PR-369, região de São Pedro do Ivaí. Uma moto tombou e o motociclista teve ferimentos leves. No segundo acidente, registrado na PR-082, em Cidade Gaúcha, por volta das 7h30, um carro capotou. O motorista também teve ferimentos leves. O movimento nas rodovias estaduais era considerado normal às 9 horas, segundo a PRE.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]