A velha noção de que uma dieta com restrição calórica poderia garantir mais anos de vida começa a ser abalada. Uma nova pesquisa conduzida no Instituto Nacional de Envelhecimento (NIA) dos EUA por 23 anos com macacos rhesus observou que o consumo de menos calorias até traz melhoras à saúde, mas não chega a prolongar a vida. O estudo, publicado na revista Nature, contradiz uma série de outros trabalhos realizados pelo menos desde a década de 1930. Em geral, pesquisas anteriores observavam um aumento na expectativa de vida de ratos e outros animais com um curto período de vida. O estudo, iniciado no fim dos anos 80, ofereceu uma dieta menos calórica aos macacos por mais de 20 anos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]