i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
saúde

Exposição à fumaça do cigarro é maior em casa do que no trabalho

  • PorAgência Brasil
  • 27/11/2009 09:24

As pessoas estão mais expostas fumaça do cigarro em casa do que no trabalho ou em bares e restaurantes, segundo constatou pesquisa inédita divulgada nesta sexta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com a Pesquisa Especial do Tabagismo, o ambiente doméstico foi apontado por 27,9% dos entrevistados como o local com maior exposição ao fumo. Em segundo lugar ficou o ambiente de trabalho, com 24,4% e em terceiro, os bares e restaurantes - onde leis mais duras proíbem o fumo com 9,9%.

Desde a última semana, o Rio de Janeiro proíbe o fumo em locais fechados de uso coletivo e privados. A medida é questionada pelo Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes (SindRio) que defende o direito de diversão do cliente, garantindo espaços para fumantes e não fumantes.

O combate ao fumo é um processo que não se resolve em uma campanha de cerceamento da opção de um adulto no seu direito de diversão, avaliou o presidente, Alexandre Sampaio. O governo precisa adotar medidas de educação, completou. Para ele, a pesquisa traz uma luz, ao mostrar que a exposição ao fumo se dá mais em casa do que na rua.

A pesquisa do IBGE mostra também que é nos bares e restaurantes que 53% dos fumantes compram cigarros. Os supermercados, mercadinhos ou mercearia são preferidos por 21,7% e as padarias ou lanchonetes, por 14,8%.

Nesses locais, as pessoas que consomem o tabaco costumam gastar cerca de R$ 78 mensais com cigarros. No Norte e Nordeste do país, o gasto é menor (R$ 59,97 e R$ 59,14, respectivamente). Na Região Sul, os fumantes investem até R$ 99, por mês no produto.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.