Motoristas ainda desrespeitam as leis de trânsito e colocam outras vidas em risco | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
Motoristas ainda desrespeitam as leis de trânsito e colocam outras vidas em risco| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Dezenove mortes foram registradas nas estradas estaduais e federais que cortam o Paraná durante o feriado prolongado da Independência do Brasil e da Padroeira de Curitiba, Nossa Senhora da Luz dos Pinhais. De terça-feira (6) a domingo (11), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 11 mortes. No ano passado, a contagem se deu de sexta (4) a terça (8), com um total de nove mortes e 170 acidentes. Já as informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), divulgadas pela Polícia Militar (PM), mostram que oito pessoas morreram em 134 acidentes.

Ao longo dos seis dias de Operação Independência da PRF, 102 motoristas foram flagrados dirigindo sob o efeito de bebidas alcoólicas, 513 executando manobras irregulares de ultrapassagem e 5,1 mil imagens de veículos acima da velocidade máxima permitida. Ao todo,163 pessoas ficaram feridas e 217 veículos foram recolhidos aos pátios da PRF, devido a irregularidades diversas.

Nas BRs, cinco pessoas morreram em colisões frontais. Duas delas eram ciclistas e outras duas, motociclistas. Dos 11 óbitos registrados pela PRF, nove ocorreram durante a noite. Segundo os policiais rodoviários federais que atenderam as ocorrências, os acidentes com morte estão relacionados à velocidade incompatível, ultrapassagem indevida, falta de atenção, ingestão de álcool e desrespeito à sinalização. Em pelo menos uma das ocorrência, a vítima morta não usava cinto de segurança e foi lançada do veículo.

O acidente mais grave foi registrado pela PRF na BR-369, em Santa Mariana, norte do estado, na noite de domingo (11). Um carro com dois homens realizou uma ultrapassagem proibida, invadiu a faixa contrária e atingiu outro veículo, dirigido por uma mulher. Todos os três morreram no local. Ainda outros dois carros foram atingidos, na sequência. Um deles era ocupado por um casal de idosos, que foram socorridos com lesões graves.

Nos trechos sob cuidado da PRE, 125 pessoas ficaram feridas, três foram atropeladas e dez foram pegas dirigindo bêbadas. Sendo que domingo (11) foi o dia com maior número de acidentes (34 casos) e de feridos (37) . Quinta (9) foi o dia com mais mortes, três no total.

Já nas rodovias estaduais que ligam ao litoral do estado foram registrados quatro acidentes, três feridos e dois atropelamentos. Não houve o registro de mortes. O dia no qual ocorreram mais acidentes foi o domingo (11) com dois casos. Neste dia duas pessoas ficaram feridas, e outras duas foram atropeladas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]