Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O incêndio que desde domingo atinge a várzea do Rio Paraná, no Parque Nacional de Ilha Grande, em Altônia, continuou incontrolável ontem influenciado pelo calor e vento forte. Duas aeronaves liberadas pelo Instituto Chico Mendes chegaram no meio da tarde na região, no Noroeste do estado, e só devem iniciar o combate hoje. Segundo o chefe do parque, Romano Pulzatto Neto, uma área de mil hectares de vegetação nativa já foi destruída na reserva que fica na divisa do Paraná com o Mato Grosso do Sul.

A esperança para debelar o fogo é o trabalho das aeronaves, já que os 25 brigadistas e voluntários que atuam por terra não conseguem acessar a língua de fogo em função do terreno alagado. Segundo Romano, os aviões que chegaram ontem pegariam água na pista de uma fazenda a 10 quilômetros do incêndio. No entanto, a pista foi considerada pequena e o abastecimento terá de ser feito no aeroporto de Guaíra, distante 30 quilômetros.

O fogo segue na direção norte do parque e ameaça a vegetação nativa em mais de 60 quilômetros de extensão. O incêndio começou domingo perto da Vila Yara e a direção do parque suspeita de pescadores que acampam nas margens do Rio Paraná e utilizam o fogo para espantar animais e insetos. Há quatro anos não acontece um incêndio de grandes proporções no parque.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]