i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Após tiroteios

Francischini anuncia medidas para reforçar segurança em Curitiba

Escalas de trabalho de policiais serão remanejadas para reforçar policiamento em horários críticos. Concessão de saída a presos, mediante o uso de tornozeleiras, será revista

  • PorRodrigo Batista
  • 08/01/2015 11:09

Após dois tiroteios ocorrido em Curitiba, um no bairro Água Verde e outro no Centro de Curitiba - na Praça Carlos Gomes - e após a morte de um policial civil por assaltantes, o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Fernando Francischini anunciou nesta quinta-feira (8) medidas para reforçar o policiamento e rever a concessão de tornozeleiras eletrônicas a presos do regime aberto.

Em coletiva de imprensa, o secretário informou que no caso dos efetivos policiais de batalhões operacionais, como o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), da Polícia Militar, os policiais terão as escalas de trabalho remanejadas para reforçar o efetivo nas ruas no período considerado de maior incidência de crimes - entre as 16 horas e a meia-noite.

Sobre as tornozeleiras eletrônicas, o secretário disse que pretende rever com o Judiciário quem pode receber o benefício da progressão para o regime aberto. "Vamos pedir a revogação de tornozeleiras para presos que cometem crimes tidos como hediondos. Vamos pedir a restrição dos locais de tornozeleiras eletrônicas para aqueles que estiverem no perfil que queremos", afirma.

Câmeras de monitoramento

Francischini também disse que firmou acordo com a Prefeitura de Curitiba para utilizar as câmeras da Urbanização de Curitiba (Urbs) e da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) de Curitiba para que a Sesp possa realizar o monitoramento de regiões com altos índices de criminalidade. "Nós vamos monitorar os veículos roubados e furtados com os radares das cidades", explica.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.