i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Após chuvas

Furnas começa a desmontar torres derrubadas por tempestade no PR

Quatro torres do circuito 3, da Linha de Transmissão Foz do Iguaçu-Ivaiporã (765 quilovolts), foram derrubadas nas proximidades do município de Cafelândia

  • PorAgência Brasil
  • 25/09/2014 15:34

A queda de quatro torres de transmissão de energia elétrica no Paraná, em decorrência da forte ventania que atingiu ontem (24) o estado, não resultou em qualquer perda de carga no Sistema Interligado Nacional, informaram o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e a empresa Furnas, responsável pelas torres.

De acordo com Furnas, quatro torres do circuito 3, da Linha de Transmissão Foz do Iguaçu-Ivaiporã (765 quilovolts), foram derrubadas nas proximidades do município de Cafelândia, durante tempestade com fortes rajadas de vento. Em nota, a empresa informou que "o perfeito funcionamento do sistema de proteção de Furnas impediu qualquer interrupção no fornecimento de energia elétrica para o consumidor, bem como forneceu dados necessários à precisa e imediata localização do ponto de falta".

Os trabalhos de identificação e de desmontagem das torres já foram iniciados. Aproximadamente 140 técnicos estão no local para dar sequência aos trabalhos de recomposição, que devem ser concluídos em até dez dias.

Segundo o ONS, o abastecimento de energia não foi prejudicado em nenhuma localidade. Como é comum nessa época do ano a ocorrência de temporais, há muitas medidas preventivas de segurança que evitam dificuldades para o sistema, após ocorrências como a de ontem. Conforme informou Furnas à Agência Brasil, o problema é que, apesar da expertise para lidar com as características climáticas da região, "ventos atípicos e de intensidade maior do que a comum" têm sido registrados na região ao longo deste ano.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.