Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
 | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
| Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

A prefeitura de Curitiba inaugurou, nesta sexta feira (17), a segunda via calma da cidade. A ligação do centro com o Santa Candida pela avenida João Gualberto agora terá limite máximo velocidade em 30 km/h, ciclofaixa e bicicaixas, assim como já ocorre na Avenida Sete de Setembro.

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) e uma comitiva da Holanda, que firmou uma parceria com o município para desenvolvimento de projetos na área de mobilidade, fizeram o percurso da Praça Paulo Hares até a prefeitura de bicicleta. Ao final do trajeto, Gustavo Fruet falou sobre os projetos que sua administração está encampando. “Não queremos tratar o carro como inimigo. Mas temos de nos perguntar se as vias públicas são para transportar mais carros ou mais pessoas”.

O projeto da Via Calma da João Gualberto tem 14 quilômetros de extensão, contando os dois lados da via. Foram investidos R$ 4,26 milhões, princialmente na requalificação do asfalto da via. A nova sinalização ficou por conta de um contrato que já estava firmado pela Setran com uma empresa da área. Em entrevista coletiva, o prefeito ressaltou que sua gestão irá dobrar a quilometragem de vias cicláveis na cidade. Até o momento, de acordo com a prefeitura, já foram implantadas 91 Km dessas vias -- incluindo a nova Via Calma -- e o objetivo é chegar a 127 até o final desta gestão.

De acordo com Jorge Brand, o Goura, assessor da Coordenadoria de Mobilidade, a prefeitura já tem projetos concluídos para novas vias calmas em todos os eixos de BRT da cidade. A administração, porém, ainda não informou um calendário para a instalação desses novos projetos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]