i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Generosidade

Ganhador da Mega-Sena doa R$ 3,7 milhões a hospitais

  • PorAgência Estado
  • 23/06/2014 21:06

Um agricultor de 70 anos ganhou sozinho na Mega-Sena, mas resolveu continuar levando uma vida simples no sítio onde mora, sem carro ou muito conforto, na zona rural de Figueirão (MS), com menos de 3 mil habitantes. Dos R$ 37.626.306,90 que ganhou com uma aposta no final de abril, o dinheiro foi liberado agora e parte ele já doou a amigos, parentes e hospitais que tratam do câncer, como o de Barretos (SP).

O ganhador, que pediu para não ser identificado, conta que doar dinheiro para o tratamento contra o câncer foi uma promessa que fez para o seu pai, que morreu vítima dessa doença, assim como outro familiar. Por isso, há 30 anos ele jogava na loteria e sempre os mesmos números. Sem carro, ele caminhava quase 10 quilômetros a pé toda semana para fazer uma única aposta.

Segundo ele, dessa vez abriu uma exceção e fez outras duas apostas, ambas com números aleatórios gerados pelo próprio caixa, sendo uma delas a contemplada. Por sinal, o primeiro presente foi para a casa lotérica, que ganhou um climatizador de mais de R$ 8 mil. O motivo é que, segundo o apostador, os funcionários enfrentavam muito calor no trabalho.

Para os hospitais ele doou R$ 3,7 milhões, sendo R$ 1 milhão para o Hospital do Câncer de Barretos (SP), R$ 1 milhão para o Hospital de Câncer Alfredo Abrão (Campo Grande-MS) e R$ 1,7 milhão para o Hospital Municipal de Figueirão (MS). O doador não descarta novas ajudas, pois diz que vai manter sua vida simples de morador da roça.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.