i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
barbárie

Grupo de jovens joga gasolina e ateia fogo em travesti em Curitiba

  • PorKatia Brembatti e Paula Weidlich, Tribuna
  • 27/12/2015 10:51

Uma travesti de 37 anos foi atacada por um grupo de jovens, na madrugada deste domingo (27), em Curitiba. A vítima estava na Avenida Victor Ferreira do Amaral, esquina com Rua Paulo Kissula, no Capão da Imbuia e foi abordada por ocupantes de um carro, que desceram do veículo, jogaram gasolina em seu corpo e depois atearam fogo.

Com queimaduras por todo o corpo, a travesti foi socorrida pelo Siate e encaminhada em estado grave ao Hospital Evangélico. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, ela teve queimaduras de segundo e terceiro graus. Na manhã desta segunda-feira (28), o estado de saúde da vítima era estável. Ela deverá passar por cirurgia hoje ou na terça-feira (29). A reportagem tentou identificar o nome social dela, mas ainda não conseguiu.

Investigadores da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foram na manhã de hoje ao hospital tentar coletar mais informações com a vítima para chegar aos autores da tentativa de homicídio. De acordo com o site G1, em depoimento prestado no domingo, Elias teria dito que o crime foi praticado por um ex-cliente. Os policiais também buscam testemunhas e imagens de sistemas de segurança.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.