Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Micrografia eletrônica de transmissão de partículas do vírus SARS-CoV-2 (coronavírus), isoladas de um paciente.
Micrografia eletrônica de transmissão de partículas do vírus SARS-CoV-2 (coronavírus), isoladas de um paciente.| Foto: NIAID

Apesar de crianças não integrarem o grupo de riscos do novo coronavírus (Covid-19), a disseminação do vírus entre os mais novos também tem ocorrido. Pelo menos cinco crianças foram internadas, na quarta-feira (1.º), na Unidade de Emergência Pediátrica do Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) com suspeita de Covid-19.

Duas delas estão sob ventilação mecânica na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os pacientes ainda aguardam os resultados dos exames. A partir da última quarta, o Hospital de Clínicas está habilitado para fazer o diagnóstico da Covid-19.

Mesmo sendo menos agressivo para essa faixa etária em parte dos casos, jovens e crianças também morreram por causa do vírus durante a pandemia, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Até esta quarta-feira, o jovem mais novo que morreu de coronavírus foi um cozinheiro de 23 anos, do Rio Grande do Norte.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]