i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
mula

Homem é preso com 100 cápsulas de cocaína no estômago em BH

Suspeito saiu de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, para a capital mineira. Se condenado, ele pode pegar de cinco a 15 anos de cadeia

  • PorG1/Globo.com
  • 23/08/2010 13:26
Imagem ilustrativa  do suspeito | Divulgação PF
Imagem ilustrativa do suspeito| Foto: Divulgação PF

Um homem de 30 anos suspeito de traficar 100 cápsulas de cocaína no estômago foi preso pela Polícia Federal (PF), na noite deste domingo (22), ao desembarcar na rodoviária de Belo Horizonte, no centro da capital mineira.

De acordo com a PF, as investigações constataram que ele saiu da cidade de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, e trazia a droga para Minas Gerais agenciado por um promotor de eventos, de 27 anos, morador da zona sul de BH.

Segundo o delegado da PF Bruno Zampier, a "mula" - gíria usada para denominar quem transporta drogas - ficou com os entorpecentes no corpo por mais de 24 horas.

O homem foi encaminhado ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII (HPS) para exames. Ele foi submetido a uma tomografia computadorizada que constatou que a droga estava no estômago e no intestino.

Após a abordagem, a PF foi até a casa do "promoter" e encontrou porções de outras drogas como haxixe e LSD, além de uma balança de precisão e mais de R$ 10 mil. Ele também foi preso.

Ambos foram encaminhados à Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, onde estão à disposição da Justiça. Eles vão responder pelo crime de tráfico interestadual de drogas e, se condenados, podem pegar de cinco a 15 anos de cadeia.

"A Polícia Federal alerta que esta forma, infelizmente usual, de transporte de drogas dentro do corpo é extremamente arriscada e perigosa. Temos registradas várias mortes por esta causa nos últimos tempos. Basta que uma das cápsulas se rompa para que a pessoa tenha morte quase instantânea", alertou o delegado Bruno Zampier.

A assessoria de imprensa do HPS disse vai apurar sobre o estado de saúde do paciente.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.