i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Greve

IFPR paralisa atividades e deixa 3 mil estudantes sem aula a partir de terça-feira (28)

Docentes, técnicos administrativos e estudantes consideram o processo eleitoral para reitor e diretor irregular e acusam o Conselho Superior de favorecer candidato da situação

  • PorCarolina Pompeo
  • 27/04/2015 17:45

Professores e técnicos administrativos do campus Curitiba do Instituto Federal do Paraná (IFPR) devem paralisar as atividades a partir dessa terça-feira (28). A greve foi deliberada em assembleias comunitárias realizadas na semana passada em função de supostas irregularidades no processo eleitoral para escolha de reitor e diretor. Com isso, cerca de três mil estudantes ficarão sem aulas por tempo indeterminado, até que o processo eleitoral seja reavaliado. Se a paralisação se estender aos demais campus (25 no total), o número de alunos prejudicados pode chegar a 15 mil. A expectativa é de que a adesão à greve seja total.

O Sindiedutec, entidade que representa os servidores, acusa Conselho Superior do IFPR (Consup) e a Comissão Central de favorecerem o candidato da situação, Ezequiel Westphal, que assumiu a reitoria quando do afastamento de Irineu Colombo, em março deste ano. A Justiça Federal suspendeu o mandato de Colombo por entender que havia sido prorrogado indevidamente e era ilegal desde 1° de maio de 2014. De acordo com o Sindiedutec, o processo eleitoral deveria ter sido convocado ainda no ano passado.

Irregularidades

Entre as irregularidades apontadas pelo sindicato, está o período fixado para campanha dos candidatos, de apenas nove dias. A entidade alega que o prazo é inviável para a realização dos debates necessários com a participação de todos os servidores (cerca de 1,5 mil) e estudantes distribuídos em 25 municípios.

Outro ponto polêmico é a participação de estudantes do Ensino a Distância (EaD), que devem votar pela internet, através de um cadastro pessoal e chave de acesso recebida por email. O sindicato contrapõe que a legislação federal determina que todos os alunos de EaD devem votar em polos, presencialmente. “Não há fiscalização dos alunos votantes. O sistema de votação não garante a lisura do processo eleitoral”, explica Otávio Sampaio, diretor administrativo do Sindiedutec.

Estudantes, docentes e técnicos administrativos votaram, por unanimidade, a anulação da resolução eleitoral proposta pelo Consup e aprovada pela Comissão Central. Além da paralisação das atividades, o sindicato pretende acionar a justiça para suspender o processo eleitoral frente as irregularidades apontadas.

Manifesto

Nessa terça-feira (28), Sindiedutec e Movimento Estudantil devem se unir em ato em frente à reitoria do IFPR. O ato prevê esclarecimentos à comunidade sobre as razões da paralisação e lavagem da escadaria da reitoria. “Um ato simbólico. Para lavar toda essa sujeira do processo eleitoral”, justifica Sampaio.

Outro lado

Procurado, o IFPR alegou que a regulamentação do processo eleitoral foi elaborada a partir de consulta ampla e democrática e que a paralisação é uma ação isolada do campus Curitiba, não sendo observada a mesma reação nos outros 24 campus do IFPR em todo o estado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.