i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Inclusão digital

Internet sem fio de graça é pouco usada

Serviço disponível, mas pouco divulgado, ainda não conquistou frequentadores de espaços públicos como Parque Barigui e Mercado Municipal

  • PorJorge Olavo
  • 24/07/2010 21:09
A internet sem fio do Barigui foi o quebra-galho para Adriano dos Santos: trabalho no parque | Ivonaldo Alexandre/Gazeta do Povo
A internet sem fio do Barigui foi o quebra-galho para Adriano dos Santos: trabalho no parque| Foto: Ivonaldo Alexandre/Gazeta do Povo

Que tal fazer exercícios no Parque Barigui e parar para conferir o e-mail durante o intervalo? Ou, então, almoçar no Mercado Municipal e entre uma garfada e outra conversar com amigos pelo computador? Isso é possível para quem está em Curitiba, mas muita gente não sabe ou ainda não teve a oportunidade de usar a internet sem fio disponível em alguns locais públicos da cidade. Apesar de o acesso ser gratuito, não se vê muitas pessoas aproveitando o sinal.

Para ter acesso à rede é fácil. Basta se posicionar em uma área de abrangência com um laptop ou celular capaz de captar o sinal de internet à distância. Há, inclusive, alguns pontos com tomadas de energia para ligar o computador. Além de algumas áreas do Parque Barigui (próximas aos estacionamentos, lanchonete, bistrô e churrasqueiras) e das praças de alimentação do Mercado Municipal, é possível conectar à internet sem fio da prefeitura no Mercado Central da Praça Rui Barbosa e no Memorial de Curitiba, no Largo da Ordem.

A conexão livre do Barigui foi o quebra-galho do corretor de seguros Adriano dos Santos. Na última sexta-feira, ele ficou sem sinal de internet em casa e foi até o parque para continuar o trabalho. "Eu já tinha usado a internet aqui. É o que salva a lavoura", diz. Ele lembra que em outra ocasião chegou a levar até a impressora para lá. "Acho legal. Depois coloco no twitter que estou trabalhando no Parque Barigui e o pessoal tira sarro", conta.

Já o técnico em telecomunicações Edson Rodrigues de An­­dra­­de conta que vai ao parque até três vezes por semana para ver seu e-mail e poucas vezes encontrou outras pessoas usando a internet. "Acho que poucos sa­­bem que isso existe", afirma. Falta sinalização mais atraente para chamar a atenção dos frequentadores do parque. "Tem wireless aqui? Passo por aqui sempre e não sabia. Tinha de ter uma placa maior", avalia o universitário Daniel Andrade.

Segundo a prefeitura, o sinal do Barigui tem cerca de 500 acessos por mês – 16 por dia. "É questão de cultivar o hábito nas pessoas. Muita gente não vai nesses lugares com o objetivo de usar a internet", afirma o assessor de tecnologia de informação da prefeitura de Curitiba, Jorge Coimbra Ferreira. O sistema Wi-Fi foi instalado há cerca de dois anos na cidade.

Também são poucas pessoas que usam a internet sem fio do Mercado Municipal. O total mensal fica em torno de 400 conexões.

Curitiba está no mesmo caminho de outras capitais, como Porto Alegre, que também oferece internet sem fio gratuita em cinco espaços públicos. Por outro lado, o projeto curitibano mostra-se à frente de Florianópolis, que ainda não implantou nada parecido.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.