Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Gabriel de Paiva/Agência O Globo
| Foto: Gabriel de Paiva/Agência O Globo

O jogador Lucas Perdomo, de 20 anos, voltou a treinar nesta segunda-feira (6) pelo Boavista em um campo de treinamento do time de futebol em Nova Iguaçu, região metropolitana do Rio, após ficar preso por cinco dias.

Apontado como um dos suspeitos pelo estupro de uma adolescente de 16 anos, na zona oeste do Rio, ele deixou a penitenciária conhecida como Bangu 10, na zona oeste do Rio, na noite de sexta-feira (3).

“Estava na cela quando a minha advogada disse que eu ia sair. Fiquei muito feliz”, disse Lucas na manhã desta segunda (6), durante um intervalo de sua sessão de treinamento.

De cabelos raspados -em função de sua passagem pelo sistema penitenciário do Rio- ele disse estar confiante neste retorno ao trabalho.

“Algumas vezes, eu pensei [que a carreira de jogador fosse acabar]. Mas sabia da minha inocência e não perdi a esperança. Agora, só quero voltar a jogar”, disse ele.

Apuração

Responsável pela investigação do estupro da adolescente, a delegada Cristiana Bento disse não ter encontrado provas, até o momento, da participação de Lucas no estupro, mas ressaltou que ele ainda está sob investigação.

“Não entendi quando meu nome apareceu na imprensa. Fiquei muito triste, abalado. Orei muito”, disse Lucas. “Daqui para frente é só alegria.”

Rafael Ferreira, diretor do Boavista, disse que o contrato de Lucas, que havia sido suspenso, foi retomado após a soltura do jogador.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]