Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Pelo menos 400 manifestantes, segundo a Polícia Militar, fizeram um protesto ontem na Avenida Paulista, em São Paulo. Eles reivindicavam o fim da violência policial. O grupo se dividia entre os que apelaram para o vandalismo, pichando muros e paredes, depredando três agências bancárias – duas do Itaú e uma do Santander – e destruindo semáforos, e os que condenam os atos de depredações.

Os manifestantes levavam cartazes e faixas com críticas ao governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e à violência policial registrada recentemente no Leblon, bairro da zona sul carioca.

Os atos de vandalismo promovidos por um grupo de mascarados foram condenados por parte dos manifestantes que defendem o protesto sem violência.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]