i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
protesto

Manifestantes voltam às ruas de Curitiba contra a PEC do Teto e a MP do ensino médio

Protesto foi chamado pela frente CWB contra Temer e reúne estudantes e sindicalistas no centro da capital

  • PorLaura Beal Bordin, com informações de Hugo Harada
  • 11/11/2016 19:47
Estudantes e sindicalistas se reuniram  na Praça 19 de Dezembro | Hugo Harada/Gazeta do Povo
Estudantes e sindicalistas se reuniram na Praça 19 de Dezembro| Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Manifestantes se reuniram no início da noite desta sexta-feira (11) na Praça 19 de Dezembro, no Centro de Curitiba, para protestar contra a o governo do presidente Michel Temer (PMDB) e as medidas anunciadas por ele, como a PEC 55 (241), que institui o teto para os gastos públicos e a Medida Provisória (MP) 746, que promove a reforma do ensino médio.

O protesto foi organizado pela frente CWB contra Temer, que já organizou cerca de 20 manifestações na capital desde o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

No local, estudantes que participavam das ocupações de escolas estaduais e sindicalistas gritam palavras de ordem contra Temer e contra o governador Beto Richa (PSDB). A manifestação saiu da praça por volta das 20h e seguiu pela Rua Inácio Lustosa até a Trajano Reis. No local, os manifestantes queimaram sacos de lixo. De lá, seguiram para o Largo da Ordem, descendo pela Alameda Doutor Muricy e então para a Rua XV de Novembro. De lá, seguiram para a Boca Maldita, local tradicional de protestos da capital onde encerraram a marcha por volta das 21h.

O ato faz parte do Dia Nacional de Luta, convocado pela CUT e outras centrais sindicais. Na manhã desta sexta-feira, professores da Universidade Federal do Paraná (UFPR), estudantes universitários que participam das ocupações da instituição e profissionais de outras categorias protestaram contra a PEC e a MP na Praça Santos Andrade. De acordo com a CUT, estão marcados atos em ao menos 22 estados e mais o Distrito Federal. A pauta é comum: contra o teto dos gastos públicos. Também há um indicativo de nova paralisação nacional, marcada para o dia 25.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.