A partir desta quinta-feira (30), as ligações para telefones fixos feitos a partir de orelhões não serão cobradas em 2.020 municípios brasileiros. A medida foi determinada na semana passada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que proibiu a operadora Oi de cobrar pelas ligações. A gratuidade é válida em 282 cidades do Paraná, sendo 18 delas da região de Maringá.

A decisão foi tomada porque a operadora não conseguiu cumprir as metas de qualidade nos telefones de uso público, que era de ter 90% dos aparelhos em funcionamento em 30 de junho. A Oi alcançou 86%.

Somente na área da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep), estão na lista: Astorga, Atalaia, Doutor Camargo, Floraí, Flórida, Iguaraçu, Itaguajé, Ivatuba,Lobato, Mandaguaçu, Munhoz de Melo, Nossa Senhora das Graças, Paranacity, Presidente Castelo Branco, Santa Fé, Santo Inácio, São Jorge do Ivaí e Uniflor.

Outras cidades da região Noroeste também fazem parte da medida, como Bom Sucesso, Jandaia do Sul, entre outras. A lista completa das localidades pode ser acessada no site da Anatel.

Para fazer as ligações gratuitas, bastará o usuário tirar o telefone do ganho e discar. Se usar o cartão, o crédito não será debitado.

Em 1.740 municípios de todo o país a gratuidade vai até 30 de outubro. E em outras 740 cidades o prazo é maior ainda, vai até 31 de dezembro deste ano, porque o número de orelhões é inferior ao mínimo exigido, que é quatro aparelhos para cada 1 mil habitantes. A gratuidade pode ser prorrogada caso o índice não atinja a meta no fim do prazo.

Oi alega intempéries climáticas e problemas com fornecedores

Em comunicado repassado na semana passada, a Oi atribui o não-cumprimento das metas ao atraso na entrega de 135 000 equipamentos por parte de fornecedores nacionais e também a intempéries climáticas. A empresa alega que "voluntariamente ofereceu gratuidade no uso de orelhões" nas cidades onde a meta não foi atingida. A Oi compromete-se, ainda, a substituir 252 mil aparelhos no período 2012/2013. A Oi é a maior operadora de telefones públicos do país, com um parque que soma 760 mil orelhões em 4 mil municípios.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]