O paciente Rodrigo de Jesus Diniz, 20, que ficou gravemente ferido depois de um acidente envolvendo o prefeito de Maringá, Silvio Barros (PP), no último domingo (12), será transferido da Santa Casa de Avaré (SP) para o Hospital Universitário da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Botucatu (SP). A transferência deve acontecer ainda na manhã desta terça-feira (14).

Diniz dirigia a moto que se chocou com o carro pessoal de Barros, que voltava com a família de um passeio a São Paulo. A passageira da moto, Luciana Michele Borges, 17, morreu na manhã desta segunda-feira(13).

Em estado grave, o rapaz foi internado no Pronto Socorro de Avaré e apenas depois das 15h desta segunda conseguiu uma vaga na Santa Casa do município. Diniz foi submetido a duas tomografias, que descartaram a necessidade de procedimento cirúrgico mais complexo, a exceção de uma sutura no couro cabelo.

De acordo com o médico intensivista que dá plantão na Santa Casa na manhã desta terça, Reinaldo Tosoni, o paciente está em estado grave, mas estável. Diniz está em coma induzido e respira com a ajuda de aparelhos.

Tosoni informa que o paciente teve traumatismo craniano e diversas lesões pelo corpo, em especial nos braços e nas pernas. Segundo o médico, ainda não é possível saber se, caso se recupere, o rapaz ficará com sequelas. "É preciso analisar a parte motora e a parte cognitiva do paciente. Quanto à parte motora, parece estar tudo normal, porque mesmo sedado ele mostra reflexos. Quanto à parte cognitiva, só possível uma avaliação depois que volte do coma."

O médico informa que o jovem foi sedado porque estava tendo crises convulsivas e deve permanecer em coma gradativo por pelo menos mais 24 horas.

Acidente

O acidente aconteceu na noite de domingo (12), na Rodovia Castelo Branco (SP-280), em Cerqueira César (a cerca de 300 quilômetros da capital paulista).

Segundo o boletim da Polícia Rodoviária na cidade de Avaré, Barros explicou em depoimento que a motocicleta trafegava em baixa velocidade e com a iluminação apagada. Ainda de acordo com o prefeito, o motociclista seguia pela faixa da esquerda, o que dificultou a visualização.

Barros está de volta a Maringá, mas não quer comentar o acidente. A assessoria explicou que o prefeito ainda está abalado com a situação e que vai esperar a conclusão das investigações sobre o acidente para se manifestar.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]