i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Conferência

Empresas apresentam metas para 2050 na Rio+20

Entre as metas para 2050 estão a eliminação da corrupção e da pobreza, a diversificação da matriz energética, a reciclagem de resíduos, a exploração sustentável dos recursos naturais e a redução do desperdício no processo produtivo

  • PorAgência Estado
  • 22/06/2012 13:10

O presidente da Alcoa, Franklin Feder, afirmou que o fato mais marcante da Rio+20 foi o protagonismo da iniciativa privada. O executivo participou nesta sexta-feira do lançamento do documento Visão Brasil 2050, promovido pelo Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) durante a Conferência das Nações Unidas.

"Hoje ainda estamos vivendo a crise pós-2008. Os governos estão preocupados com outros assuntos. Daí o protagonismo da iniciativa privada", disse Feder. "Para mim, o fato marcante dessa Rio+20 foi o protagonismo da iniciativa privada. Tivemos uma atuação espetacular."

Entre as metas para 2050 apresentadas pelo documento do conselho empresarial estão a eliminação da corrupção e da pobreza, a diversificação da matriz energética, a reciclagem de resíduos, a exploração sustentável dos recursos naturais e a redução do desperdício no processo produtivo. Entretanto, a agenda não aponta os meios para resolvê-los.

Para a confecção do Visão Brasil 2050, o CEBDS realizou workshops com mais de 70 empresas, instituições acadêmicas, representantes do governo e de organizações não governamentais. "Em 2050, o design de produtos melhorou, o desperdício do processo produtivo e logístico caiu a zero, e as pesquisas desenvolvidas permitiram a criação de novos materiais além do aperfeiçoamento dos já existentes", previu Jorge Soto, diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem.

"Sabemos das questões dos limites do planeta, das questões éticas envolvidas quando se fala em desenvolvimento sustentável. O Visão 2050 nos ajuda a ter boas perguntas e questionamentos para continuarmos caminhando", definiu David Canassa, gerente de Sustentabilidade Corporativa do grupo Votorantim.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.