Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Página do movimento responsável pela ação divulgou o ato nesta sexta-feira (3). | Reprodução/Facebook
Página do movimento responsável pela ação divulgou o ato nesta sexta-feira (3).| Foto: Reprodução/Facebook

Uma das estruturas da Minibiblioteca Ilha de Camões, no bairro Hugo Lange, em Curitiba, foi encontrada destruída na manhã desta sexta-feira (3). Além dela, algumas árvores foram depredadas. A minibiblioteca era uma pequena casa de madeira, que fazia parte de um conjunto de três estruturas localizadas no Jardinete Poeta Leonardo Henke, próximo ao trilho de trem que corta a Rua Itupava.

Shopping fecha parte de rua

Trecho da Rua Flávio Dallegrave, em frente ao PolloShop, antes aberto ao tráfego, vai virar estacionamento pago.

Leia a matéria completa.

De acordo com Dráuzio Almeida, integrante do Movimento Longa Vida ao Arquipélago de Camões, o espaço tinha sumido no início da semana passada e foi encontrado aos pedaços nesta manhã. Ele afirma que esta foi a primeira vez que algo semelhante ocorreu. A estrutura era capaz de suportar até 10 livros finos.

Os livros ficavam 24 horas à disposição dos usuários da praça. A minibiblioteca foi criada em agosto do ano passado. Segundo Almeida, por enquanto não há previsão de reconstruir a estrutura. As outras duas “casinhas” para livros continuam no local.

O Movimento Longa Vida ao Arquipélago de Camões tem como objetivo evitar a destruição do jardinete para a construção de um binário na região, conforme Almeida.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]