Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Em julho, o Ministério da Educação publicou portaria com regras diferentes para os novos contratos do Fies. O objetivo é dar sustentabilidade ao programa. Veja o que mudou:

Juros

Desde 2010, os juros do Fies eram de 3,4% ao ano. Com as mudanças, passaram para 6,5%.

Renda familiar

Anteriormente, podia concorrer ao Fies o estudante com renda familiar bruta de até 20 salários mínimos. O teto passou para 2,5 salários mínimos por pessoa.

Áreas prioritárias

As áreas de engenharia, formação de professores e saúde serão prioritárias na distribuição do financiamento. Antes não havia critérios.

Notas dos cursos

Na distribuição de vagas serão priorizados os cursos com conceito igual ou maior que 3 no Sinaes (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior).

Regiões

Na distribuição de vagas serão priorizados os cursos localizados nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, excluído o Distrito Federal.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]