Uma contusão na virilha fez o Oil Man, tradicional personagem curitibano, colocar roupas. Foto foi compartilhada pelos internautas | Diogo dos Reis Ruiz/reprodução
Uma contusão na virilha fez o Oil Man, tradicional personagem curitibano, colocar roupas. Foto foi compartilhada pelos internautas| Foto: Diogo dos Reis Ruiz/reprodução

Personagem carismático de Curitiba, o Oil Man, que há anos tem o hábito de pedalar de sunga pelas ruas da capital paranaense, foi flagrado de roupa na tarde desta quarta-feira (2). A foto, tirada por um empresário curitibano, teve ao menos 700 compartilhamentos no Facebook. Muitos internautas se perguntaram se seria efeito do frio intenso que tomou conta da cidade nos últimos dias.

A foto inusitada foi tirada às 15h30, quando o empresário Diogo dos Reis Ruiz estava indo a uma reunião. Ele parou o carro assim que avistou Nelson Rebello, o Oil Man, na esquina das ruas José de Alencar com Simão Bolívar, na região do bairro Alto da Glória. "Parei o carro no meio da rua, assobiei duas vezes e, quando ele virou, tirei a foto", conta Ruiz, eufórico. "É a foto mais histórica do Paraná", diverte-se.

O empresário postou a foto em sua página pessoal no Facebook logo que chegou ao trabalho. "Virou 'meme' [fato, novidade ou frase repetida por outros internautas], o pessoal já começou a postar coisas sobre isso", comemora Ruiz.

A imagem está dando o que falar. Dentre os comentários nas redes sociais, destacam-se: "ee sunga parece tão mais jovem!", "Tava indo na cabine telefônica se transformar...", além da provocação "‎... traiu o movimento dos oil mans".

Frio, que nada

Quem acha que Oil Man usava roupas por causa do frio, engana-se. O professor aposentado Nelson Rebello, o Oil Man, estava voltando da Unidade de Saúde Boa Vista, onde foi tentar uma consulta para tratar de uma contusão na virilha. Há oito dias, durante o treinamento de levantamento de peso com o seu instrutor físico, ele se contundiu ao tentar levantar uma barra de 108 quilos, segundo o próprio Oil Man. Ele diz que a virilha está levemente inchada e sente dor no local. "Vou ter de parar de pedalar, por enquanto", lamenta.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]