i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Fogo

Paraná registra 594 queimadas em apenas seis dias

  • PorThomas Rieger, especial para a Gazeta do Povo
  • 07/08/2013 21:06

85% do volume de queimadas registradas em julho ocorreu apenas nos seis primeiros dias de agosto. Região dos Campos Gerais e a mais afetada do estado e concentra 19% das ocorrências no período. Bombeiros pedem atenção, em especial nas margens de rodovias, zonas rurais e terrenos baldios.

Nos seis primeiros dias do mês de agosto foram registradas 594 queimadas no Paraná. Historicamente, o mês de agosto é o mais seco no estado, mas as condições climáticas extremas registradas nas últimas semanas – como a combinação de neve e geadas –, a vegetação ficou ressecada, aumentando as chances de incêndios florestais de grandes proporções. A título de comparação, em todo o mês de julho, foram atendidas 694 ocorrências.

A região mais afetada é a dos Campos Gerais, onde ocorreu 19% dos incêndios. Em seguida, vêm a Região Metropolitana de Curitiba (17%), o Norte Pioneiro (11%), o Noroeste (10%) e as regiões Central e Oeste (ambas com 9,6% das ocorrências).

"Por mais que as condições climáticas não dependam diretamente das pessoas, elas devem se esforçar para evitar o surgimento das queimadas", aponta o Capitão Romero, da Defesa Civil. As margens de rodovias, zonas rurais e terrenos baldios, onde é mais frequente que o fogo se alastre, exigem mais atenção.

Previsão

As altas temperaturas e a falta de umidade no ar devem mudar nos próximos dias. De acordo com o Instituto Tecnológico Simepar, a entrada de uma frente fria vai provocar fortes chuvas no Paraná. "A partir daí, o ar seco deve perder bastante força", explica a meteorologista Ana Beatriz Porto. Para este sábado, a previsão em Curitiba é de chuviscos, com temperaturas entre 8ºC e 14ºC. Quadros semelhantes devem ser registrados em todo o estado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.