i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Acidente

Paraquedista brasileiro morre durante salto na Califórnia

Andrei Penz, de 30 anos, morava em San Diego e já tinha feito mais de 1,5 mil saltos

    • Agência O Globo
    • 21/06/2015 10:52
     | /Reprodução
    | Foto: /Reprodução

    Um paraquedista brasileiro, morador de San Diego há cinco anos, morreu na última sexta-feira (19) durante um salto na Califórnia, nos Estados Unidos. Os relatos são de que houve um problema no paraquedas de Andrei Penz, de 30 anos. Ele foi socorrido por paramédicos, mas eles não conseguiram reanimá-lo.

    Penz era um paraquedista experiente, com mais de 1,5 mil saltos nos últimos anos, e, segundo informações da rede de TV americana NBC, trabalhava como instrutor na empresa Skydive San Diego. Buzz Fink, proprietário da Skydive San Diego, disse à NBC que o brasileiro era carismático e um mestre em seu ofício. Segundo o dono da empresa onde o brasileiro trabalhava, Penz gostava de surfar, caminhar e viajar.

    “Andrei era um grande cara. Ele amava paraquedismo, seus colegas, o esporte e a aventura. Ele amava a vida”, disse Fink.

    Para Fink, o acidente não teve nada a ver com as habilidades de Penz, mas com o mau funcionamento do equipamento.

    “Andrei era um piloto especialista. Ele não fez nada de errado. Aconteceu de ser algo com o equipamento”, afirmou Fink.

    Ao G1, o tio do brasileiro, o conselheiro do Grêmio Airton Ruschel lamentou a morte e afirmou ser cedo para especificar as causas:

    “Ele morava em San Diego, era instrutor e tinha mais de 1,5 mil saltos. Era muito experiente. Ele estava fazendo mais um salto, foi fazer uma manobra e aconteceu esse acidente. Agora eles vão estudar o que houve. Sabemos que os Estados Unidos são muito rigorosos nisso, mas vai demorar um pouco para que se tenha as respostas definitivas.”

    O corpo de Penz deverá ser cremado nos Estados Unidos. Parte das cinzas deverá ser depositada sobre o Oceano Pacífico, e o restante, levado ao Rio Grande do Sul. Ainda segundo Ruschel, duas missas seriam realizadas na Igreja São Manoel, em Porto Alegre, em memória do paraquedista.

    Gaúcho, Penz era gremista. Seu clube de coração fez um minuto de silêncio em homenagem a ele antes do jogo contra o Palmeiras, realizado na noite deste sábado (21).

    O brasileiro tem sido homenageado nas redes sociais. Em sua página do Facebook, os amigos deixam mensagens e postam fotos ao lado de Penz.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.