i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Protesto

Parentes de vítimas do acidente da TAM fazem manifestação em Congonhas

  • PorAgência Estado
  • 23/11/2008 15:59

Os parentes das vítimas do acidente com o Airbus da TAM, ocorrido em julho de 2007, em São Paulo, realizaram na tarde de hoje (23), uma manifestação no Aeroporto de Congonhas para lembrar o 16º mês do acidente que matou 199 pessoas.

Durante o ato, os manifestantes caminharam por todo o saguão do aeroporto carregando faixas e cartazes com as fotografias dos familiares e protestaram em frente aos balcões de check-in da TAM. Para homenagear as vítimas, eles desenharam um coração com pétalas de rosas e cantaram no saguão principal do terminal.

Segundo o presidente da Associação das Famílias e Amigos das Vítimas do Vôo TAM JJ3054 (Afavitam), Dario Scott, o objetivo da manifestação foi alertar a população para os riscos de voar sem segurança e reforçar o indiciamento das pessoas como responsáveis pelo acidente.

"O que estamos fazendo aqui é o que temos feito durante os 16 meses: trazer informação para a população. Que eles fiquem atentos e nos ajudem a cobrar para que tenhamos um serviço mais seguro para todos nós, afirmou.

Os familiares estiveram reunidos em um hotel da capital paulista durante todo o final de semana. O principal assunto discutido por eles foi a mudança da tipificação do crime de homicídio culposo para atentado contra a segurança do transporte aéreo, pelo qual foram indiciadas 10 pessoas ligadas Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) e TAM.

Dos dez indiciados, cinco deverão comparecer ao 15º Distrito Policial entre segunda e terça-feira para serem notificados formalmente. Os outro cinco serão notificados por carta precatória.

Os parentes das vítimas também questionam a responsabilização dos pilotos, já que que as investigações do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) e da Polícia Civil não são conclusivas sobre a posição dos manetes.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.