i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Balanço

Pelo menos 44 morrem em estradas do Paraná no fim de ano

Número corresponde a soma de dados da PRF e da PRE dos acidentes entre Natal e ano novo

  • PorAmanda Audi
  • 02/01/2014 16:22

Cai número de acidentes em rodovias federais no país

Durante as festas de fim de ano foram registrados 6.651 acidentes nas rodovias federais brasileiras e 379 mortes, segundo balanço que divulgado nesta quarta-feira (2) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Em 2012, foram 7.407 acidentes e 420 mortes. Anteriormente, a PRF havia informado que 380 mortes tinham sido contabilizadas no fim de ano, mas o número foi corrigido.

Ainda de acordo com a PRF, esses acidentes resultaram em 4.352 pessoas feridas, ante os 4.642 registrados em 2012. Os números, referentes ao período entre os dias 20 de dezembro e 1º de janeiro, fazem parte da Operação Rodovida, que conta com a ajuda da União, estados e municípios.

Leia a matéria completa.

BR-116 é parcialmente liberada entre Curitiba e São Paulo

A BR-116, conhecida como Régis Bittencourt entre Curitiba e São Paulo, foi parcialmente liberada pouco depois das 20h desta quinta-feira (2). No momento, o congestionamento no local é de mais de três quilômetros no sentido Curitiba. No sentido São Paulo, o tráfego segue lentamente em trecho de cerca de nove quilômetros.

Pelo menos 44 pessoas morreram em acidentes em rodovias paranaenses durante as festas de fim de ano. O número corresponde ao total de mortes computados pelas polícias rodoviárias estadual e federal entre os feriados de Natal e de ano novo de 2013. Ainda não se tem o panorama total de acidentes do período porque a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) não divulgou um balanço final da operação de fim de ano, apenas parciais, ao contrário da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O balanço da PRF divulgado nesta quinta (2) mostra que o número de acidentes e de feridos nas rodovias federais (BRs) do Paraná durante as festas de fim de ano caiu em comparação com o período anterior, seguindo tendência dos números nacionais [veja box]. Foram registrados 750 acidentes e 519 vítimas entre os dias 20 de dezembro de 2013 e 1º de janeiro de 2014. Os números representam reduções de -12,68% e -2,76%, respectivamente, na comparação com 2012.

Apesar da queda no número de acidentes, o de mortes nas BRs manteve-se estável. No total, 30 pessoas morreram em acidentes no fim de 2013, ante 29 no período anterior. Isso equivale a dizer que os acidentes foram reduzidos, mas mais graves.

O total de mortes aumenta consideravelmente ao ser somado com dados da Polícia Rodoviária Estadual, que cuida das PRs. Houve pelo menos 15 mortes nas rodovias estaduais entre a véspera de Natal e o dia 1º de janeiro. Na soma dos dados das duas polícias, ocorreram ao menos 44 mortes em estradas paranaenses no fim do ano.

Segundo o chefe de comunicação da PRF, Wilson Martinez, boa parte dos acidentes com morte nas BRs ocorreram devido à negligência dos próprios motoristas. Ele diz que a maior parte dos acidentes com morte aconteceram no sábado (28), dia de muita chuva, e que os carros envolvidos tinham pneus carecas. "Teve até BMW 2012 com o pneu totalmente liso", comenta.

Motorista mais consciente

A PRF diz que os motoristas foram mais conscientes neste fim de ano. A conclusão se baseia na redução no número de aplicações de teste de bafômetro (12.087 testes em 2012 e 9.556 este ano). O número de multas também caiu de 330 para 250 este ano, e o de prisões, de 130 para 64. De acordo com Martinez, isso porque os policiais não notaram tantos motoristas alcoolizados ou cometendo infrações de trânsito como no ano anterior.Ano novo

Levando em consideração apenas os últimos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro, também houve redução na comparação com o período anterior. O último Réveillon registrou 63 acidentes contra 80 em 2012. Nesses acidentes morreram duas pessoas, ante seis no outro ano.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.