Cerca de 80% dos coletes adquiridos pela Polícia Militar (PM) do Paraná nos últimos anos estão enquadrados no nível II-A. A corporação, no entanto, disse, por meio de nota, que vai passar a comprar coletes do nível de proteção III-A.

Em sua justificativa, a PM disse que “há pouco tempo, a tecnologia de fabricação deste material tornou-o mais leve e mais confortável ao uso ordinário dos policiais que trabalham por longo período”. A instituição apontou ainda que busca a “eficiência balística dento daquilo que compreende potencial de confronto bélico para proteção do militar, em relação ao que ele vai enfrentar na rua”.

Na Polícia Civil, dos quase 4,3 mil coletes balísticos, 575 são do nível III-A e 3719 são enquadrados como II-A. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SESP) informou que das licitações para compra deste tipo de material estão em andamento (4 mil coletes para a PM e 1,5, para a Civil). Entre os equipamentos a serem adquiridos, estão coletes III-A.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]