Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Um pó químico, ainda desconhecido, provocou a intoxicação de 17 pessoas na quinta-feira (12), na região da Vila Torres, em Curitiba. Treze pessoas passaram mal ao entrar em contato com o produto em um depósito de material reciclável. Os intoxicados foram levados até unidades de saúde. Quatro funcionários que ajudaram a socorrer as vítimas também passaram mal. O incidente aconteceu por volta das 15h30 em um depósito, que fica na Rua Embaixador Hipólito de Araújo e é utilizado para seleção de lixo reciclável. O produto estava dentro de um pacote ainda fechado, quando o grupo resolveu abri-lo. Treze pessoas começaram a apresentar sintomas como náuseas, lacrimejamento e dificuldade de respirar e tiveram de ser socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Segundo a assessoria de imprensa da secretaria municipal de saúde, que gerencia o Samu, os intoxicados foram encaminhados para os centros do Campo Comprido, Pinheirinho e Fazendinha, onde contaram o que aconteceu aos médicos. Quatro funcionários da secretaria municipal de saúde que tiveram contato com o produto químico também passaram mal.

Ainda segundo a secretaria, todos os pacientes receberam alta na noite de quinta-feira, por não apresentarem mais risco. O Instituto de Criminalística, da Polícia Civil, recebeu uma mostra do pó nesta sexta-feira (13) para tentar identificar o produto e sua origem. A agência estadual de notícias informou que por se tratar de um produto altamente tóxico ele será encaminhado a um laboratório especializado.

A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente vai abrir inquérito para investigar o caso. Segundo a delegada Leonídia Raquel de Macedo Loiola, titular da DPMA, equipes devem vistoriar o barracão e ouvir possíveis testemunhas que possam ajudar nas investigações. "Estamos fazendo os levantamentos iniciais e necessários para apurar o caso", explicou Leonídia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]