A Polícia Civil identificou dois suspeitos de terem participado do assalto à joalheria Tiffany, no Shopping Cidade Jardim, zona sul de São Paulo, no último dia 16. O marceneiro Reginaldo Antônio da Silva, o Do Beiço, de 33 anos, e o motoboy Anderson José da Silva, de 30, fugitivo do presídio de Franco da Rocha, estão sendo procurados pela polícia.

O marceneiro apresenta passagens por roubo, e o motoboy está foragido desde fevereiro quando abandonou o regime semiaberto. Outros quatro acusados cumprem prisões preventivas.

Para o delegado Adalberto Barbosa, titular da Divisão de Investigações sobre Furto e Roubo de Veículos e Cargas, as prisões dos dois envolvidos deve ajudar na recuperação das joias roubadas, avaliadas em R$ 1,5 milhão. Barbosa também disse que a equipe está prestes a identificar o sétimo envolvido, cuja função foi retirar o grupo do local utilizando um terceiro carro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]