Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Vida e Cidadania
  3. Polícia investiga indução a suicídio

Ponta Grossa

Polícia investiga indução a suicídio

Humilhado na internet, universitário tira a própria vida ao inalar monóxido de carbono

  • Gazeta do Povo Online com informações de Maria Gizele da Silva - Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A polícia está investigando o suicídio de um estudante universitário de 19 anos em Ponta Grossa, nos Campos Gerais. Há suspeita que o jovem tenha se matado após ter sido chamado de homossexual e pedófilo no site de relacionamentos Orkut.

O estudante cometeu suicídio na garagem de sua casa ao inalar monóxido de carbono. O corpo do rapaz foi encontrado dentro de seu carro na noite de 5 de março. O modo como o estudante se matou era sugerido num dos tópicos da comunidade virtual chamada “No escuro Ponta Grossa”.

As investigações vieram à tona nesta semana a partir de informações de amigos e parentes do rapaz sobre pressões de alguns integrantes da comunidade. O artigo 122 do Código Penal prevê reclusão de dois a seis anos para quem induz, instiga ou ajuda alguém a cometer suicídio.

A família está em estado de choque. Um dos amigos do rapaz, o universitário Jean Sauka, acredita que ele tenha se matado por pressões recebidas no Orkut. “Foram muitas mensagens. Durante um ano inteiro ele foi humilhado”, lembra Sauka, acrescentando que em janeiro deste ano, numa conversa instantânea pela internet, o amigo confessou que tinha a intenção de se matar.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE