• Carregando...

Festa popular

Blocos levam milhares às ruas no Rio de Janeiro

Mais de 40 blocos desfilaram ontem no Rio de Janeiro, levando milhares de foliões às ruas. Entre os blocos mais famosos estão o Suvaco de Cristo, no Jardim Botânico, e o Timoneiros da Viola, em Madureira, que conta com a presença de Paulinho da Viola.

Outro bloco que atraiu a atenção popular foi o Bloco da Preta, comandado pela cantora Preta Gil, que arrastou cerca de 300 mil pessoas às ruas do Centro da capital, segundo estimativa da Polícia Militar. A concentração teve início na esquina das avenidas Presidente Vargas com a Rio Branco, e o bloco saiu às 15 horas. Antes, a cantora chegou a ameaçar não sair com o bloco, após um grupo criar uma confusão. "Vocês querem estragar a festa dos outros. Filma ali gente. Eles são os mesmos responsáveis pela morte do Santiago [cinegrafista da Band]. Se tiver mais alguma briga, eu não saio com o bloco", disse.

Após a confusão ser desfeita, sem detidos, o bloco começou a festa com a participação da atriz Carolina Dieckmann, vestida de mulher maravilha e madrinha da festa, além da rainha do bloco, Lia Khey, da atriz Sheron Menezes e da musa do bloco, Fernanda Paes Leme.

O bloco também pretende comemorou os dez anos de carreira da filha de Gilberto Gil, e animou os foliões com um repertório de músicas do seu novo DVD, "Bloco da Preta", além de hits como "Lepo lepo", do Psirico.

      Homens vestidos de mulheres e mulheres vestidas de homens. Foi assim que terminou, ontem, o último domingo de pré-carnaval do bloco Garibaldis e Sacis na Rua Marechal Deodoro, no Centro de Curitiba. A chuva intermitente e o clima mais frio não espantaram os foliões, que tomavam quase uma quadra da Deodoro por volta das 17 horas.

      Um problema técnico no trio elétrico atrasou em uma hora e meia o início da caminhada. O grupo percorreu o trajeto entre os cruzamentos da Rua Barão do Rio Branco e da Avenida Marechal Floriano Peixoto. A estimativa de público não foi divulgada.

      Na rua estavam, em sua maioria, jovens que curtiam os sons das marchinhas de carnaval. Havia também famílias que levaram as crianças para ouvir as músicas do grupo. Apesar do tema "Invertidos", muitas pessoas estavam fantasiadas de super-heróis.

      Crescimento

      Para um dos organizadores do Garibaldis e Sacis, Marcel Cruz, 2014 foi um ano em que o bloco cresceu e pôde trazer mais segurança aos foliões. "No Largo da Ordem chegamos ao limite, e precisamos evoluir. Com o apoio dos órgãos públicos, trouxemos o bloco para a Marechal Deodoro. Nossa intenção para o próximo ano é ir para outras regiões da cidade", revela.

      Neste ano o Garibaldis completou 15 anos de existência e, além do Centro da cidade, levou o pré-carnaval para o bairro Sítio Cercado. A festa aconteceu na tarde de sábado, com a presença da Escola de Samba Imperatriz da Liberdade e do Cortejo Real do Carnaval 2014. A chuva acabou espantando boa parte dos foliões.

      Desfile das escolas de samba será no dia 1.º de março

      Depois de 16 anos, a Rua Marechal Deodoro voltou a abrigar o carnaval curitibano. A Fundação Cultural reuniu na região central da cidade as atrações do pré-carnaval, o desfile das escolas de samba e as atrações do Curitiba Rock Carnival (que engloba o Psycho Carnival). No dia 1º de março, quando começam as comemorações do feriado, a Deodoro será tomada pelo desfile das escolas de samba de Curitiba. A festa está marcada para começar às 18 horas. O evento é gratuito.

      Entre os dias 1º e 3 de março haverá shows de 21 bandas no Psycho Carnival. As apresentações serão na Praça Eufrásio Correa, em frente do estacionamento da Câmara Municipal de Curitiba, das

      13 às 22 horas. A marcha dos zumbis, a Zombie Walk, está marcada para o dia 2 de março.

      Deixe sua opinião
      Use este espaço apenas para a comunicação de erros

      Máximo de 700 caracteres [0]