i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Prêmio milionário

Prêmio da Mega é retirado em Curitiba, mas apostador alega ter bilhete furtado

Em Boletim de Ocorrência registrado no dia 1º de janeiro, Aníbal Fayez Marraui afirma que aposta premiada sumiu durante a limpeza do carro em um "lava-car" da capital

  • PorFábio Cherubini, com Agência O Globo
  • 02/01/2014 16:50

O prêmio de R$ 56.169.465,02 do bilhete da Mega-Sena da Virada sorteado em Curitiba foi retirado nesta quinta-feira (2), mas outro apostador contesta a entrega e afirma que o bilhete foi furtado. No dia 1º de janeiro, Aníbal Fayez Marraui registrou um Boletim de Ocorrência (BO) na delegacia do Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão no bairro Portão (Ciac Sul), em Curitiba, pelo sumiço do bilhete com os seis números do concurso. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, um inquérito será instaurado até esta sexta-feira (3) para investigar o caso.

O delegado do 8º Distrito Policial, Geraldo Celezinski, que atendeu a suposta vítima, afirma que no boletim Marraui alegou que o furto ocorreu no dia 26 de dezembro, quando a irmã dele levou o veículo com o bilhete premiado a um "lava-car". Nesse local, a aposta premiada teria desaparecido com outros dez bilhetes. Marraui disse ainda que teria acertado a Quina com um deles. Celezinski declarou que o caso foi encaminhado para a Delegacia de Furtos e Roubos, que ficará a cargo da investigação.

A assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal declarou que o único documento que habilita o recebimento do prêmio é o recibo original da aposta, emitido pelas casas lotéricas. Entretanto, em casos de roubos ou furtos, a recomendação é de que o apostador procure uma delegacia de polícia e registre um BO. Segundo Celezinski, os próximos passos da polícia serão ouvir a vítima e obter uma declaração detalhada sobre o que aconteceu.

No Paraná

Onze pessoas no Paraná acertaram os seis números da Mega da Virada. Uma em Curitiba e dez em Palotina (em um bolão). Os valores relativos ao prêmio dos paranaenses foram retirados nesta quinta-feira (2).

Segundo Severo Marques, dono da lotérica Cabral Lotérico, na capital paranaense, onde foi feita a aposta, uma das quatro premiadas, Marraui entrou na loja na manhã desta quinta-feira, antes mesmo que as portas fossem levantadas. "Ele dizia coisas que me pareciam desconexas, pois eu ainda não sabia que a aposta vencedora tinha sido feita aqui. Só depois juntei as coisas", conta.

Segundo o dono da lotérica, o apostador premiado fez um único jogo pelo preço de R$ 2. O dono da Cabral Lotérica teve um dia atípico na volta ao trabalho em 2014. "Muita gente passa por aqui e sempre tem uma brincadeira com o prêmio. É gratificante saber que intermediamos essa alegria para um cliente, registrando esses números fantásticos", afirma.

Na Bahia, homem não paga bolão e fica sem o prêmio

Na Bahia, o funcionário de um hospital onde foi realizado o bolão que resultou numa das apostas vencedoras viajou e deixou de participar do rateio com os colegas. Ele relatou que seu nome foi excluído da lista por ele não ter feito o pagamento.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.