i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Polícia

Presa quadrilha que roubava turistas em Foz

A detenção ocorreu após uma perseguição seguida de tiroteio na manhã deste sábado (19)

  • PorRaphael Marchiori
  • 19/04/2014 10:35

Uma quadrilha que roubava turistas brasileiros na fronteira de Foz do Iguaçu com o Paraguai foi presa, neste sábado (19), por equipes da polícias Militar e Civil. Nesta manhã, o grupo oferecia o serviço de van a quatro turistas do Distrito Federal e a detenção ocorreu após uma perseguição seguida de tiroteio. De acordo com a PM, nenhum turista ficou ferido na ação.

Segundo informações do 14º Batalhão de Polícia Militar, de Foz do Iguaçu, a quadrilha já vinha sendo monitorada após denúncias de roubos nos últimos fins de semana na região. O modo de operação, geralmente, envolvia a captação de turistas no centro de Foz de Iguaçu atraídos por uma tarifa de transporte mais baixa. Uma vez com os passageiros no veículo, o grupo realizava o roubo, abandonava os turistas no lado brasileiro da fronteira e fugia para o país vizinho.

De acordo com a PM, uma van cadastrada pela rede hoteleira local e pela FozTrans custa, em média, R$ 25 por pessoa enquanto o serviço clandestino sai por, no máximo, R$ 5.

Nesta manhã, o serviço reservado da PM passou a acompanhar o grupo e informou as características da van à Polícia Civil. Já em fuga, os suspeitos se depararam com uma viatura da polícia judiciária e houve troca de tiros – segundo informação passada por policiais civis à PM. Durante o tiroteio, os policiais conseguiram furar um dos pneus da van, fazendo com que o motorista perdesse o controle e colidisse em uma árvore, na Rua Quintino Bocaiúva.

Um dos homens tentou fugir a pé, mas acabou preso pela Polícia Civil. Os demais foram detidos ainda dentro do carro. Foram apreendidas armas brancas, como chaves de fenda e facas. A arma de fogo supostamente utilizada pelos suspeitos não foi localizada. Policiais civis disseram aos PMs que um deles a abandonou durante a fuga.

O roubo está sendo registrado pela Polícia Civil e ao menos outros dez casos podem estar relacionados com a quadrilha presa neste sábado. A Polícia Civil ouvirá testemunhas e fará reconhecimento facial para saber se os demais crimes também foram praticados pelos homens presos neste sábado. Uma vítima do Distrito federal contou ter sido abusada por um dos suspeitos e, neste caso, o homem responderá também por abuso sexual.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.