i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Rio de Janeiro

Presos integrantes de torcidas que marcavam encontro pela internet

Doze pessoas foram presas das torcidas do Vasco e Flamengo. Entre eles está um soldado do Batalhão de Choque da PM

  • PorG1/Globo.com
  • 15/09/2010 12:29

A polícia prendeu nesta quarta-feira (15) durante a operação Hooligans, 12 suspeitos ligados a torcidas organizadas do Vasco e do Flamengo que marcavam encontros pela internet para promover brigas entre as torcidas no Rio de Janeiro. Entre os presos, está um soldado do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

De acordo com o delegado Luiz Antonio Ferreira, titular da 73ª DP (Neves), os suspeitos usam o futebol como desculpa para praticar crimes. "É uma desculpa para brigar e praticar crimes como tentativa de homicídio e lesão corporal. O futebol é apenas um pano de fundo para encobrir a ação desses criminosos", afirmou.

A operação começou às 6h da manhã e tinha o objetivo de cumprir 19 mandado de prisões e 25 de busca e apreensão. Os 160 policiais envolvidos percorreram bairros do Rio e de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, na Região Metropolitana.

"A investigação começou há três meses. Acompanhamos as atualizações nos sites de relacionamento e conseguimos chegar a esses nomes. Em março, o líder da torcida do Vasco sofreu um atentado e um companheiro seu morreu. Em julho, sofreu novamente um atentado. Esses fatos também nos ajudaram" , disse Ferreira.

Durante a operação, oito máquinas caça-níqueis foram achadas em um bar que pertencia a um integrante de torcida organizada, em São Gonçalo. Uniformes das torcidas e até um taco foram apreendidos durante a operação.

Delegacia de Ordem Pública será criada

Segundo o chefe de polícia Alan Turnowski, em breve, uma delegacia de Ordem Pública será criada para apurar crimes que envolvam torcidas organizadas. "O público que vai aos estádios precisa ter segurança. Essa delegacia vai ajudar a manter a ordem nos eventos esportivos que o Rio vai sediar", disse Turnowski

Segundo a polícia, a operação Hooligans ainda não acabou. Outras 40 pessoas estão sendo investigadas, entre elas integrantes de torcidas organizadas de diversos clubes.

No dia 22 de agosto, um torcedor do Vasco morreu em um hospital particular na Quinta da Boa Vista, na Zona Norte. A polícia suspeita que ele tenha sido vítima de uma briga de torcidas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.