i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
ler e pensar

Professora de Campo do Tenente integra recursos tecnológicos à sala de aula com o fotojornalismo

  • PorDo Instituto GRPCom
  • 02/02/2016 21:30
Cleusa e sua turma: interação entre escola e a paisagem da cidade. | Divulgação
Cleusa e sua turma: interação entre escola e a paisagem da cidade.| Foto: Divulgação

Hoje em dia, é unanimidade: mais cedo ou mais tarde a tecnologia chegará às escolas. No entanto, muitas são as dúvidas que ainda assombram a sala de aula: por onde começar? Qual a melhor metodologia? Cleusa Komarchewski, professora da Escola Municipal Gunther Urban, localizada em Campo do Tenente, encontrou solução para algumas dessas perguntas. Há 18 anos em sala – cinco deles dedicados ao projeto de incentivo à leitura Ler e Pensar –, Cleusa optou pela fotografia para desenvolver a prática com seus alunos do 4.º ano. “Comecei as atividades pensando na disciplina de Língua Portuguesa, mas logo percebi que o projeto ia além e se tornava interdisciplinar”, conta. Seu objetivo principal foi estimular a produção e compartilhamento de imagens de forma responsável e consciente.

Notícia e reflexão

Cleusa utilizou o jornal Gazeta do Povo como referência para o estudo. “Na mídia em geral, a fotografia é a representação visual mais utilizada. Ela salta aos nossos olhos pela mensagem carregada de sentido. Ela não está ali por acaso. Tem uma função, aparece em um formato específico, possui múltiplas intenções, seja informativa, interpretativa, documental ou ilustrativa. Às vezes, a própria foto pode ser a notícia. Sua presença traz mais credibilidade ao leitor.”

A integração entre tecnologia e informação gera novos conhecimentos, amplia a compreensão do mundo e possibilita buscar alternativas para a transformação do cotidiano.

Cleusa Komarchewski professora.

A investigação levou os alunos a se questionarem sobre o conteúdo retratado e sua mensagem. Assim, surgiram reflexões sobre os perigos de expor fotos de maneira irresponsável. “É preciso valorizar a capacidade intelectual das crianças para pensar valores morais que asseguram relações sadias, evitando registrar informações falsas, preconceituosas e racistas. Também foi abordado o compartilhamento sem autorização, que se constitui em cyber crime.”

Câmara clara

Logo os alunos descobriram os mecanismos da câmera fotográfica e os conceitos básicos de fotografia. Cleusa, em conjunto com a turma, elaborou um roteiro com lugares internos e externos para que cada aluno realizasse o registro da escola e da cidade sob seu próprio prisma. Posteriormente, fizeram a interpretação de cada imagem e produziram as legendas, transformando, assim, arte em notícia e desenvolvendo o senso crítico.

Casarão antigo da família Stalhke, em Campo do Tenente.Maria Alice Boniatti / Divulgação

Exposição

Para finalizar o projeto, os alunos e Cleusa realizaram uma exposição física e outra virtual. “Por meio do Facebook e do blog o trabalho chegou ainda mais às famílias e comunidade, que interagiram e fizeram muito elogios. Os alunos aprenderam a lançar esse novo olhar sobre a cidade. Gostaram tanto que quiseram aprender mais sobre o que fotografaram. Despertou a curiosidade pelo conhecimento”, conta Cleusa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.