i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Curitiba

Protesto por moradia no Mossunguê trava o trânsito na noite desta sexta-feira (15)

Manifestantes atearam fogo para impedir a passagem de ônibus e carros na região da Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi e da canaleta do biarticulado, na altura do Rio Barigui. Às 21h30, fluxo já tinha sido normalizado

  • PorAntonio Senkovski
  • 15/05/2015 19:16
 | Amanda Bacilla
| Foto: Amanda Bacilla

Um protesto de moradores de uma ocupação na região do Rio Barigui, na altura da Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, deixou o trânsito complicado entre o fim da tarde e a noite desta sexta-feira (15) na região do bairro Mossunguê, em Curitiba. Por volta das 19 horas, pneus eram queimados e o fluxo de veículos e de alguns ônibus estava interrompido. A canaleta (Rua Deputado Heitor Alencar Furtado) pela qual passa o ônibus Centenário/Campo Comprido também estava bloqueada. Às 21h30, o fluxo na região já estava normalizado.

O grupo de manifestantes era formado por pessoas que vivem na região próxima ao rio, área batizada como Moradias Bom Menino. De acordo com pessoas que passaram pelo local, eles reivindicam que a área seja regularizada ou que a prefeitura faça a realocação das famílias.

Em nota, a prefeitura de Curitiba informou que 60 famílias moram na área e que todas serão realocadas para uma área da Companhia de Habitação de Curitiba (Cohab) , também no bairro Mossunguê. A regularização da área para fins de moradia não é possível porque as margens do rio são uma área de preservação permanente. “A licitação para a construção das moradias está em fase de finalização e a previsão é que as obras comecem em 90 dias”, diz o documento. Na tarde desta sexta, a Cohab fez uma conversa com os moradores e agendou uma reunião com os moradores para semana que vem.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.