i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
lama em bento rodrigues

Quatro tremores de terra foram registrados antes do rompimento de barragens em MG

USP detectou abalos sísmicos na região onde aconteceu o acidente

  • Por
  • Da redação, com informações de Agência O Globo e Folhapress
  • [06/11/2015] [11:54]
 | RICARDO MORAES/REUTERS
| Foto: RICARDO MORAES/REUTERS

O Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo confirmou nesta sexta-feira (6) o registro de quatro tremores de terra antes do rompimento das barragens Fundão e Santarém, no município de Mariana, em Minas Gerais. As magnitudes foram pequenas - entre 2.0 e 2.6 na escala Richter. Ainda não é possível estabelecer uma relação entre os sismos e o rompimento das barragens de uma mineradora, na quinta-feira (5), acidente que soterrou o subdistrito de Bento Guimarães.

VÍDEO: funcionários de empresa se desesperam após o rompimento

Resgatados após rompimento de barragens passam por descontaminação

Leia a matéria completa

A informação de que houve abalos sísmicos sentidos na região já havia sido mencionada na quinta-feira. Segundo Sérgio de Moura, diretor do Metabase (sindicato dos trabalhadores na indústria de mineração de Mariana), a Samarco disse que houve registros de tremores na região às 14 horas.

O mesmo observatório da USP, que confirmou as ocorrências hoje, havia registrado, a 22 km do local, tremor de 2,55 na escala Richter, mas considerado de baixo impacto (com até 3 na escala, nem costuma ser sentido pelas pessoas). O rompimento ocorreu uma hora e meia depois.

Na quinta, a Guarda Municipal informou que também ouviu relatos de moradores da região que disseram ter sentido o abalo sísmico seguido de um estrondo. Uma hora depois, a lama tomou conta de tudo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.