i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Sistema penitenciário

RS vai monitorar 15 presos com tornozeleiras

Um dos objetivos do programa é mantê-los longe da criminalidade e da massa carcerária

  • PorAgência Estado
  • 18/06/2010 10:27

O governo do Rio Grande do Sul vai iniciar, na próxima terça-feira, o monitoramento de 15 presos do regime aberto com tornozeleiras eletrônicas, pelo período de 30 dias. Segundo informou hoje a Secretaria de Segurança Pública do Estado, os presos cumprem pena nos institutos de Viamão e Irmão Miguel Dario, em Porto Alegre, e não são considerados violentos. Um dos objetivos do programa é mantê-los longe da criminalidade e da massa carcerária.

O aparelho funciona com sinal GSM (igual ao usado em celulares e em radiofrequência) e, a cada minuto, emite um sinal que permite a localização do preso. Sua bateria dura entre 24 e 48 horas. Quando faltarem sete horas para terminar a carga, o equipamento emitirá um sinal. O tempo médio de recarga é de uma hora.

Apenas em 2010, mil aparelhos devem entrar em funcionamento no Rio Grande do Sul. Outras mil tornozeleiras serão instaladas anualmente até 2014. No total, serão implementados 5 mil equipamentos. Cada agente da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) poderá monitorar entre 250 e 300 presos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.