i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Chuva

Sardoá, em Minas, decreta estado de calamidade

No último 17 de dezembro, seis pessoas, todas da mesma família, morreram quando a casa onde estavam foi soterrada por uma repentina avalanche de terra e lama

  • PorAgência Estado
  • 01/01/2014 15:50

A pequena Sardoá, cidade mineira de pouco mais de cinco mil habitantes, que há duas semanas sofre com as fortes chuvas que atingiram boa parte do vale do Rio Doce, decretou estado de calamidade pública.

No último 17 de dezembro, seis pessoas, todas da mesma família, morreram quando a casa onde estavam foi soterrada por uma repentina avalanche de terra e lama. Além de dois adultos - um de 24 anos e outro de 50 - estavam no local quatro crianças: de dez, nove, sete e seis anos de idade.

Dos 104 municípios mineiros que comunicaram situação de emergência à Coordenadoria de Defesa Civil (Cedec), Sardoá foi a única de Minas Gerais que entrou em estado de calamidade pública. Os temporais que atingem todo o Estado causaram até agora 22 mortes e 59 cidades estão em situação de emergência.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.