i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Cidades

Secretário de Segurança do Rio diz que "rolezinho" não é crime

"Não vamos tomar nenhuma atitude em relação a isso. Vamos ficar somente atentos e, se a polícia for demandada, vai atuar", afirmou José Mariano Beltrame

  • PorAgência Estado
  • 14/01/2014 13:54

O secretário de Segurança Pública do Estado do Rio, José Mariano Beltrame, afirmou nesta terça-feira (14), que "rolezinho não é crime" e que a polícia não atuará de forma preventiva no encontro marcado para domingo (19) no Shopping Leblon (zona sul) um dos mais sofisticados da capital fluminense.

"Em primeiro lugar, 'rolezinho' não é crime. É um fato que se dá dentro de uma instituição privada. Não vamos tomar nenhuma atitude em relação a isso. Vamos ficar somente atentos e, se a polícia for demandada, vai atuar", afirmou. "Não consiste em crime nenhum, não vamos tomar nenhuma atitude preventiva nesse sentido." Beltrame disse não ter recebido nenhum pedido de reforço policial nos shoppings. "A mim, cabe lutar pela segurança do Rio de Janeiro, que não é um processo fácil, mas não vejo crime nisso. Se porventura vier a ocorrer uma incidência criminal, a polícia vai atuar", insistiu.

Ele recebeu nesta terça-feira a imagem peregrina de São Sebastião, padroeiro da capital, levada pelo arcebispo do Rio, d. Orani Tempesta, nomeado cardeal pelo papa Francisco, neste domingo, 12. Beltrame carregou a imagem peregrina até a secretaria, onde d. Orani presidiu uma rápida cerimônia religiosa.

Bem-humorado, o secretário de Segurança Pública do Estado do Rio disse que se sente um pouco cardeal. "Sempre recebemos aqui a imagem do santo padroeiro. Dessa vez, foi muito especial porque foi trazida por nosso cardeal. Todos nós cariocas nos sentimos um pouco cardeais, permita-me Jesus Cristo dizer isso", brincou o gaúcho, que fez um pedido para a cidade: "Que todos nós tenhamos cada vez mais paz e que sejamos cada vez mais caridosos".

O arcebispo do Rio participou nesta terça de mais um dia da Trezena de São Sebastião, que é realizada até segunda-feira, 20, dia do santo. D. Orani leva a imagem do padroeiro a vários pontos do município, passando por hospitais, igrejas, centros sociais, favelas, repartições públicas e escolas. Da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado do Rio, ele seguiu para a prefeitura, onde se encontrou com o prefeito Eduardo Paes (PMDB). Nesta segunda-feira, 13, d. Orani esteve na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo (zona oeste), onde, em 2011, 12 crianças foram mortas por um ex-aluno que fez vários disparos nas salas de aula.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.